quinta-feira, 3 de março de 2016

Aécio: "governo chegou ao fundo do poço".

Com a delação do senador Delcídio Amaral, ex-líder do governo no Senado, não resta pedra sobre pedra. Só resta à oposição unir-se às ruas e lutar pelo impeachment e pela cassação do mandato de Dilma:

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) se manifestou no Twitter sobre a delação de Delcídio Amaral (PT-MS), que cita a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 
"São afirmativas extremamente graves que dizem respeito às instituições do País, ultrapassando o debate político entre oposição e governo. Se confirmadas, merecerão por parte dos brasileiros indignação e repúdio e teremos chegado ao fundo do poço", postou o senador no microblog.
Aécio marcou reunião na tarde desta quinta-feira, com líderes da oposição da Câmara e do Senado, para definir a estratégia de atuação em relação ao governo após a divulgação de trechos da delação feita por Delcídio.
Na manhã desta quinta-feira, 3, a revista IstoÉ publicou reportagem em que revela trechos da delação premiada do senador Delcídio Amaral, que foi preso preventivamente por tentar obstruir investigações da operação Lava Jato. A informação foi confirmada pela reportagem do Estado.
Segundo a revista, Delcídio teria dito em delação premiada que a presidente Dilma tentou atuar ao menos três vezes para interferir na Operação Lava Jato por meio do Judiciário. Na delação, Delcídio teria citado também Lula e detalhado os bastidores da compra da refinaria de Pasadena pela Petrobrás.(Estadão).

Nenhum comentário: