quinta-feira, 31 de março de 2016

Balcão de negócios: senadores pedem perda de função pública de Dilma.

O balcão de negociações de Dilma para tentar se livrar do impeachment é considerado "prática de ato de improbidade administrativa",  punido com a perda de de cargo e suspensão dos direitos políticos:

Os senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES) e José Medeiros (PSD-MT) ingressaram agora há pouco com uma representação na Procuradoria Geral da República contra a presidente Dilma Rousseff e o ministro-chefe do gabinete pessoal da presidência, Jaques Wagner, “em razão da possível prática de de ato de improbidade administrativa” por conta da negociação do governo junto ao Congresso em troca de votos contrários ao processo de impeachment.

Na representação, co-assinada pela representante da Aliança Nacional dos Movimentos Democráticos, Carla Zambelli, os senadores pedem a imediata abertura de inquérito civil administrativo e, caso seja comprovada a culpabilidade dos representados, a aplicação do art.12, inciso III da lei 8.429/92, que prevê a perda da função pública e suspensão dos direitos políticos por um prazo de três a cinco anos. (Estadão).

2 comentários:

Anônimo disse...

Certo, mas...quem iria decretar a medida? O STF do Lula? Estão de brincadeira comigo?!!!

Anônimo disse...

É uma vagabundagem geral !!!