sábado, 19 de março de 2016

Pastore: com o impeachment de Dilma, o risco Brasil cairá imediatamente.

O economista Affonso Celso Pastore, ex-presidente do Banco Central, disse em entrevista ao Estadão que o afastamento de Dilma traria benefícios imediatos para o país. Ele defende um governo de transição, com apoio das oposições:

Na quinta-feira, enquanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tomava posse como ministro da Casa Civil, um insistente buzinaço vindo da rua invadia o escritório do ex-presidente do Banco Central Affonso Celso Pastore, em São Paulo. Eco de uma das semanas mais agitadas do País nas últimas décadas.
Para Pastore, a ida do ex-presidente Lula para o governo foi um erro, e a economia deve sofrer se a presidente Dilma Rousseff permanecer no cargo. Mas acredita que pode haver um cenário mais tranquilo com a saída da presidente, e os mercados apontam para isso. Para ele, o melhor quadro seria um governo de transição liderado pelo vice-presidente Michel Temer, com o apoio da oposição. “Se houver uma solução política como essa, eu acho que a coisa funciona muito bem”, disse. A seguir, os principais trechos da entrevista concedida ao Estado. (Continua).

Nenhum comentário: