sexta-feira, 11 de março de 2016

Temer liga para Aécio e combina conversa sobre os rumos do país

Cadê a presidente?
Bom mesmo: que conversem sobre rumos a seguir, já que o país está sem rumo aturando o desgoverno Dilma. E não venham, obtusos petistas - semi-alfabetizados como seu líder -, falar em golpe. Golpe é manter Dilma no poder, rejeitada até por esse partido podre que é o PT:


Às vésperas da convenção nacional do PMDB que irá selar o afastamento do governo Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer telefonou para o presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), para parabenizá-lo pelo aniversário. Na conversa, na noite de quinta-feira, o tucano relatou a Temer o jantar com a cúpula dos peemedebistas no Senado, no dia anterior. Disse que foi uma conversa muito boa e proveitosa. Os dois combinaram de marcar uma conversa "futuramente", sobre os rumos do país.

Neste sábado, o PMDB se reunirá para reconduzir por unanimidade Temer ao comando partidário. Depois de os peemedebistas do Rio e o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), terem ensaiado lançar um adversário, recuaram e decidiram pela reeleição. O partido quer dar uma demonstração de força e de unidade em meio à crise política e às manifestações pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Na noite de quarta-feira, Renan Calheiros e os senadores Romero Jucá (RR) e Euncício Oliveira (CE) foram a um jantar na casa do tucano Tasso Jereissatti (CE) e do qual participou a cúpula tucana no Senado. No encontro, os integrantes dos dois partidos combinaram de "caminharem juntos" e buscarem alternativas para o país.

— Não podemos ficar paralisados vendo o país derreter. O PMDB e o PSDB vão caminhar juntos em busca de solução para o país. Discutimos todos os cenários possíveis: o impeachment, a cassação da chapa pelo TSE e até a permanência dela (Dilma) - disse ao sair do jantar Eunício Oliveira, que é líder do PMDB no Senado. (O Globo).

Nenhum comentário: