segunda-feira, 2 de maio de 2016

Maior crime de Dilma foi matar a economia, diz Financial Times.

Do jornal O Financista:


Apesar de enfrentar um processo por manipulação das contas públicas – no muito falado crime de responsabilidade –, o maior dolo de Dilma Rousseff, na visão dos mercados, indústria e eleitores, foi a morte de uma das histórias econômicas mais promissoras do mundo. 

A avaliação é do jornal Financial Times, que nesta segunda-feira traz uma reportagem sobre o pequeno sinal de vida de alguns indicadores econômicos, como a queda na perspectiva de inflação. “A ironia aí é que, mesmo que o Senado prepare a votação para o dia 11 de maio, quando é esperada a abertura formal do julgamento e leve para a sua suspensão da presidência, um fraco pulso pode ser detectado em sua suposta vítima: a economia brasileira”, ressalta o texto do jornal britânico. (O Financista).

Um comentário:

Anônimo disse...

Do meu ponto de vista, a Dilma e inocente sim.
Vejamos:

Ignorante
Negligente
Obsoleta
Canalha
Esquerdopata
Nefasta
Trapaceira
Egocêntrica