segunda-feira, 9 de maio de 2016

Mantega é conduzido coercitivamente na nova fase da Operação Zelotes

Guido Mantega, o enrolador ex-ministro de Lula e Dilma, que ajudou a enterrar a economia do país, foi conduzido coercitivamente para depoimento. A operação Zelotes cumpre aproximadamente 30 mandados de busca e apreensão em Brasília, Pernambuco e São Paulo:


O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi alvo de mandado de condução coercitiva (quando a pessoa é levada obrigatoriamente a prestar depoimento) na nova fase da Operação Zelotes, deflagrada na manhã desta segunda-feira. A informação é do jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo. Além da condução do ex-ministro, agentes da Polícia Federal cumprem hoje cerca de 30 mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva no Distrito Federal, Pernambuco e São Paulo.

A Zelotes trabalha com duas linhas de investigação: uma apura um suposto esquema de fraudes em julgamentos do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão ligado ao Ministério da Fazenda responsável por avaliar recursos de empresas multadas pela Receita Federal. E a outra investiga a compra de medidas provisórias de incentivos fiscais a companhias automobilísticas.

Em janeiro deste ano, o ex-ministro da Fazenda já havia prestado depoimento no âmbito da Zelotes. Na ocasião, ele negou à PF que tivesse conhecimento dos esquemas de corrupção. No fim do ano passado, Mantega teve os sigilos bancário e fiscal quebrados por decisão do juiz da 10ª Vara Federal de Brasília, Vallisney de Souza Oliveira, responsável pelos inquéritos da Zelotes. (Veja.com).

Nenhum comentário: