segunda-feira, 2 de maio de 2016

Vara Criminal de SP remete a Moro pedido de prisão preventiva de Lula

O chefão petista é denunciado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica em relação ao tríplex do Guarujá. E isto é só o começo:


A 4ª Vara Criminal de São Paulo remeteu ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, o pedido de prisão preventiva do ex-presidente Lula e a denúncia contra o petista por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica no caso do tríplex de Guarujá (SP). 

Os autos foram enviados pela juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira na última quinta-feira, após ela negar recursos contra a decisão na qual declinou da competência para o juízo que centraliza a Operação Lava Jato, no Paraná, proferida há mais de um mês. 

A posse do tríplex reformado pela construtora OAS para Lula e a ex-primeira-dama Marisa Letícia era investigada pelo Ministério Público de São Paulo, em inquérito decorrente do caso Bancoop, e pelo Ministério Público Federal na Lava Jato. 

A juíza entendeu que os crimes são de âmbito federal e podem estar relacionados ao esquema de corrupção na Petrobras. Caberá a Moro agora decidir se aceita a competência e acata ou não o pedido de prisão e a acusação formal. O ex-presidente também é investigado no âmbito da Lava-Jato, mas neste caso, devido ao envolvimento de pessoas com foro privilegiado, a apuração ocorre sob o crivo do STF. (Veja.com).

Um comentário:

Anônimo disse...

Alô japa, hoje é dia de pescaria! A meta é um molusco bem medíocre e sujo.