quinta-feira, 16 de junho de 2016

Dilma emprestou R$ 50,5 bilhões a ditaduras

Ditaduras latino-americanas, como Cuba e Venezuela, e africanas, como Moçambique e Angola, receberam dinheiro que deveria ter sido aplicado aqui em saúde, transporte, segurança etc. Alô, Dilma, nem pense em voltar. Você arruinou o país:


Ronaldo Caiado apresentou, há pouco, na comissão do impeachment, uma tabela com financiamentos do governo brasileiro para países como Cuba, Argentina, Moçambique e Angola. Total? R$ 50,5 bilhões.

“O governo penalizou programas sociais e priorizou empréstimos externos."

Eis a tabela de Caiado com os valores dos empréstimos concedidos pelo governo Dilma aos parceiros:

Angola - R$ 14 bilhões

Venezuela - R$ 11 bilhões

República Dominicana - R$ 8 bilhões

Argentina - R$ 7,8 bilhões

Cuba - R$ 3 bilhões

Peru - R$ 2 bilhões

Moçambique - R$ 1,5 bilhão

Guatemala - R$ 980 milhões

Equador - R$ 795 milhões

Gana - R$ 755 milhões

Honduras - R$ 507 milhões

Costa Rica - R$ 155 milhões

(Via O Antagonista).

Um comentário:

Paulo Robson Ferreira disse...

Foi como disse o próprio Moro. Num estado invadido pela corrupção sistêmica os negócios são realizados objetivando a propina e não o benefício da população e só não viu isso quem, durante esses últimos treze anos, não quis ver. Só acreditou que as palestras que o Lula ministrava não eram somente tráfico de influência é porque não conseguiu perceber que conversa de Lula e flatulência de cachorro se equivalem no conteúdo. E pior, que tristeza foi ver quase toda a nação celebrar o Lula como um ser iluminado quando dele só exalava repugnância. Triste criatura.