segunda-feira, 11 de julho de 2016

Tchau, querida: Dilma poderá ser cassada por 60 votos.

Do Blog do Noblat (O Globo):


Se fosse hoje o julgamento final da presidente afastada Dilma Rousseff, ela seria cassada com os votos de 58 a 60 senadores de um total de 81. Renan Calheiros (PMDB-AL) votaria pela cassação.

É com esse placar que trabalha o presidente interino Michel Temer. Ele imagina alcançar 60 votos caso reverta os dos senadores Hélio José da Silva Lima (PMDB-DF) e Otto Mendonça de Alencar (PSD-BA).

Silva Lima votou pela admissibilidade do impeachment, mas pensa agora em votar pela absolvição de Dilma. Quer indicar os ocupantes de uma dezena de cargos no governo em troca do voto pela cassação.

Alencar votou contra a admissibilidade por achar que Dilma não cometeu crime algum. Do pouco mais de R$ 6 milhões que gastou para se eleger, quase metade foi doada por empresas envolvidas com a Lava-Jato.

Nenhum comentário: