sexta-feira, 9 de setembro de 2016

O sonho do lulopetismo: um cadáver para chamar de seu.

Nas fotos, a mesma jovem, estupidificada pela ideologia esquerdista.
Mário Sabino, do Antagonista, escreve sobre as últimas manifestações anti-Temer, organizadas pelo lulopetismo, que cada vez mais mostra sua carranca bolivariana. De fato, o que as hordas do autoritarismo procuram é um cadáver. Seria o coroamento do vitimismo petista: enfim, um cadáver para sustentar a "narrativa" de perseguidos. Como ilustração, publico novamente a foto da garota que se transformou até fisicamente, graças à lavagem cerebral praticada nas escolas e universidades:


O PT sonha com um cadáver para chamar de seu e, nesse devaneio, conta com os jovens que alegremente se prestam ao papel de massa de manobra nas manifestações contra o governo de Michel Temer.

Um jovem morto pela polícia, em especial a de São Paulo, seria o “mártir” necessário para chancelar aos olhos do mundo que o impeachment de Dilma Rousseff foi um “golpe parlamentar”. Um jovem branco e universitário seria o “mártir” ideal para fazer grande parte da classe média brasileira voltar-se contra os atual inquilino do Palácio do Planalto e exigir as eleições gerais que, na fantasia petista, proporcionarão a Lula reocupar a Presidência da República – a única forma de o capo garantir foro privilegiadíssimo.

Muita gente se pergunta como é possível que jovens esclarecidos acreditem na mentira do “golpe parlamentar” e saiam por aí achando que estão em 1964, em luta contra a instauração de uma ditadura. A resposta é que eles não são esclarecidos. No ensino médio e nas universidades, sofreram lavagem cerebral por meio da doutrinação esquerdista que lhes é imposta como currículo obrigatório.

Não é de hoje que isso ocorre. Há quase quarenta anos, quando eu estava na faculdade, ainda sob o regime militar, havia aulas de marxismo. A doutrinação vinha disfarçada sob o nome de “Metodologia Científica” e “Problemas Filosóficos e Teológicos do Homem Contemporâneo”. Você se espantou com o “teológicos”? Não deveria. O marxismo é uma espécie de religião. Mais dogmática do que a católica.

Com a redemocratização do país, a doutrinação avançou sem medo de ser feliz e foi determinante para o PT conquistar o eleitorado jovem urbano. Agora, pode produzir um cadáver de verdade para ressuscitar um cadáver político.

Nossos alunos são péssimos nas disciplinas que nos dariam passaporte para a modernidade, mas ótimos em recitar clichês da esquerda. Eu recomendei aos meus filhos que, para obterem boas notas em redação, história e geografia política, escolhessem os argumentos com os quais eu jamais concordaria. Sei que não sou o único pai responsável.

No geral, apoio as premissas do movimento Escola sem Partido, que tenta reagir ao teatro do absurdo encenado no ensino brasileiro. O país, porém, é tão esculhambado que o movimento ganhou um ator de filmes para adultos como um dos seus porta-vozes. É a pornografia no combate à necrofilia ideológica do PT.

Um comentário:

Gabriel de O. Pereira disse...

Sobre a moça, ainda é cedo. Mas amigos da PM/SP já informam que estão à procura da menina sem encontrá-la. Querem o depoimento dela na corregedoria para apurar fatos e punir responsáveis - maldita PM fascista! sempre querendo punir abusos (sic).

Não me espantaria que o caso não passa de uma grande mentira. Por um lado, aliviado pela menina não ter se mutilado, por outro, triste em saber que ideologias vão a fundo para tentar corromper a realidade (mas nunca conseguirão!).

Abraços, Mestre dos Mestres! :D