sábado, 3 de setembro de 2016

Silêncio obsequioso, Papa peronista. Fique com o socialismo.

Que o Papa Francisco tenha um pé na esquerda, todos sabem. É um bom latino-americano: antiliberal, anticapitalista e antiamericano. Mas que venha dizer bobagens sobre o processo democrático brasileiro, que defenestrou Dilma, já é demais. Deveria praticar o silêncio obsequioso, recomendado pela Igreja a palrantes pouco sensatos. Não quer vir ao Brasil? Tanto melhor:


O papa Francisco disse neste sábado, 3, que o Brasil passa por "um momento triste" e afirmou não saber mais "se será possível visitar o Brasil em 2017", como havia cogitado em 2013 em viagem ao País.

O comentário foi feito durante a inauguração de uma estátua de bronze da padroeira do País nos jardins do Vaticano, na manhã de hoje. "Estou contente de que a imagem de Nossa Senhora Aparecida esteja aqui nos jardins. Em 2013, havia prometido retornar ao Brasil (durante a Jornada Mundial da Juventude). Não sei se será possível, mas, pelo menos, agora estou mais perto dela (da santa) aqui."

Em seguida, ele convidou as pessoas "a rezar para que Nossa Senhora Aparecida continue protegendo todo o Brasil, todo o povo brasileiro, neste momento triste". 

Um mês atrás, em 2 de agosto, a agência Ansa divulgou que o papa havia escrito uma carta de apoio à ex-presidente Dilma Rousseff, que foi deposta da Presidência da República pelo Senado na última quarta-feira. Em declaração à Ansa no início de agosto, Dilma confirmou que recebera a carta de Francisco, mas se negou a detalhar o conteúdo da conversa. "Não foi uma carta oficial, não foi uma carta do papa em sua condição de representante do Vaticano. Não tem importância (o conteúdo). Não é uma carta para ser divulgada." 

O papa e Dilma se reuniram pela primeira vez em 2013, quando ele visitou o Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. Em fevereiro de 2014, a petista esteve em Roma para a cerimônia que oficializou dom Orani Tempesta como cardeal. (Estadão).

4 comentários:

Paolo Hemmerich disse...

Seu papa, pode ficar por aí mesmo, nós não ligamos a mínima com sua visita!!! Até porque, tu desprezas os valores familiares tradicionais, heterossexuais, conservadores, honestos e decentes!!! Ao invés de vir aqui visitar esse povo golpista, que tem o desplante de exigir alguma honestidade de governantes corruptos, porque o senhor não vai visitar seu amigo Maduro, e aproveite para dar um puxão de orelha naquele povo venezuelano, que tem a petulância de sair aos milhões às ruas reclamar dos teus amigos comunistas, só porque o povo está passando fome!!! Povo ingrato, não é mesmo, seu papa amigo dos Castros e dos Kirchners!! Estamos fartos dos teus discursos materialistas, seu papa, que não trazem uma palavra de conforto para as almas, como se cuidar da salvação delas fosse algo ultrapassado, pueril, só porque não condiz com sua agenda revolucionária!!!

O MESMO de SEMPRE disse...

Este sujeitinho que usa vestidos longos não tem apenas um pé no socialismo, ele tem OS QUATRO pés no socialismo.

Tal patusca figura deixa claro o interesse da organização mais rica do mundo e que SURGIU e se mantem ligada ao controle político.

Este patusco personagem teatral é o herdeiro de Paulo VI, aquele que trocava mimos com o ditador Brejnev que ainda mantinha Gulags.

Este PULHA vai canonizar Madre Tereza de Calcutá, aquela figura esforçada na arte patética, que tinha por amigo de muitas visitas e rapapés o ditador Hoxa que trucidava oponentes. Porém a pátética figura que exaltava a miséria e a submissão degradante é a mesma que costumava viajar na PRIMEIRA CLASSE dos aviões.

Interessante o descaramento destes patéticos e patuscos personagens que exaltam a miséria alheia como valor em suas morais enquanto se deleitam no luxo que amaldiçoam. Como Lula que em suas perorações acusa a "zelites" de não suportar um pobre a seu lado nos aviões (classe turistica/econômica???), mas este pulha não se contenta com a distância apenas da primeira classe e somente viaja em JATINHOS PARTICULARES absolutamente imunes não só a pobres, mas também à remediados e mesmo a ricos. Pois jationhos particulares é característica APENAS para MAGNATAS, nem mesmo ricos podem se dar a tal luxo.

Anônimo disse...

Cuide da igreja e deixe de se meter em assuntos que não lhe diz respeito,ademais lugar de bandidos é bem longe do poder,quanto a sua vinda aqui tanto faz.

Túlio Xavier

Alexandre Sampaio disse...

São Paulo, 5 de setembro de 2.016

Mário Jorge Bergóglio é um charlatão. Um comunista infiltrado na Santa Sé. Josef Stalin deve estar felicíssimo no inferno, com a escolha desse canalha como Sumo Pontífice. Após décadas de luta, finalmente o KGB conseguiu aparelhar a Igreja Católica. Leiam "Desinformation" de Ion Mihai Pachepa e saberão do que escrevo.