quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Venezuelanos marcham contra o golpe de Maduro

Milhares saíram às ruas contra a revogação do referendo que poderia defenestrar o tirano Nicolás Maduro do poder. Aliás, Maduro está tão maduro que vai cair:


A população venezuelana saiu às ruas nesta quarta-feira contra a suspensão do referendo revogatório do presidente Nicolás Maduro. A coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) convocou ainda uma greve geral de 12 horas para a próxima sexta-feira.

Ao final da marcha de centenas de milhares de pessoas, que ativistas estimaram em 1,2 milhão de manifestantes, os principais dirigentes da oposição anunciaram sua ofensiva para conseguir destituir Maduro, após a suspensão do referendo revogatório.

“No [dia] 3 de novembro (…) vamos notificar Nicolás Maduro que foi declarado pelo povo venezuelano em abandono do cargo. Vamos fazê-lo em manifestação pacífica que vai chegar ao palácio de Miraflores”, afirmou nesta quarta-feira, da tribuna, o presidente da Assembleia Nacional, de maioria opositora, Henry Ramos Allup. “Iniciamos o processo para declarar a responsabilidade política deste vagabundo que temos no Miraflores”, disse Ramos Allup. (Veja.com).

2 comentários:

Anônimo disse...

a última vez que vi de perto uma multidão assim, DERRUBEI uma presidente !

Anônimo disse...

- A VENEZUELA É HOJE UMA DITADURA MILITAR DE ESQUERDA, TAL QUAL CUBA E CHINA!! É POR ESSE MOTIVO QUE ESSAS MANIFESTAÇÕES DÃO EM NADA!!! SÓ HAVERIA UM JEITO DE DERRUBAR MADURO: O POVO, AOS MILHÕES, INVADIR MIRAFLORES, PRENDER TODA A CÚPULA DO GOVERNO E DA SUPREMA CORTE, BEM COMO, FUZILAR OU ENFORCAR EM PRAÇA PÚBLICA TODOS OS MILITARES TRAIDORES DO POVO!!! OUTRO JEITO NÃO HÁ, INFELIZMENTE!!!