segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Manifesto contra o "Desprezo à População Brasileira"

Entidades que defendem a democracia divulgarão neste final de tarde, no Instituto dos Advogados de SP, um manifesto em que criticam a atuação, no Congresso, em favor da anistia ao caixa 2, que configura crime de falsidade ideológica (Art. 350 do Código Eleitoral):


No momento em que se aprofundam investigações acerca da corrupção envolvendo prestadoras de serviços à administração pública e agentes políticos de diversas esferas e de diferentes partidos, surgem notícias da criação de anistia a beneficiários de recursos não contabilizados, bem como de propinas e até mesmo daqueles que dissimularam ou ocultaram valores ilicitamente recebidos.

O delito chamado de Caixa 2 está previsto como falsidade ideológica no art. 350 do Código Eleitoral, consistente em deixar de registrar na contabilidade recursos recebidos. Se o legislador optar por melhor redação da figura penal, tal não consiste em apagar o fato delituoso realizado no passado e adequado ao descrito no Código Eleitoral. Muito menos, significa qualquer perdão ou apagamento de corrupção ou lavagem de dinheiro travestida em contribuição eleitoral, por ser depositada na conta de partido político.

Constitui um tapa na cara da sofrida população brasileira pretenderem os parlamentares legislar em causa própria, para se auto beneficiar e escapar da justiça penal pela porta dos fundos por via de anistia que concedem a si mesmos.

Há, nesta proposta de lei, uma traição ao compromisso que fazem os deputados ao tomar posse de manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, pois se afronta gravemente o princípio da moralidade, dado elementar de nossa constituição, bem como se atinge o sentimento de honradez do povo brasileiro, cansado da corrupção que destruiu o patrimônio da Nação, criando imenso descrédito para a já abalada democracia brasileira.

Em benefício do nosso povo e para preservação do Estado de Direito Democrático, representantes de entidades da sociedade civil e de movimentos sociais vêm manifestar sua indignação à proposta sibilina, oculta e desonesta de alguns deputados que pretendem, pela anistia, se auto proteger ou proteger políticos correligionários.

Esta iniciativa revela o imenso desprezo que dispensam os parlamentares ao sentimento de justiça vivenciado por toda a população. Deve a sociedade brasileira repudiar esta anistia cozinhada às escondidas por maus brasileiros que se dizem seus representantes. (Via O Antagonista).

3 comentários:

Paulo disse...

Desprezo? Imagina!? Quem pode desprezar um povinho que fica o tempo todo torcendo para times de futebol, assistindo novelas, que se deixar é capaz de pular carnaval o ano inteiro, que elege todo tipo de vagabundo como legislador, que elege todo tipo de bandido para governá-los, que são feitos de bobos o tempo todo, que são covardes, acomodados, frouxos, que engolem gayzismo e todo tipo de aberração que lhes é imposto, que não se importam em pagar os maiores impostos do mundo para um serviço público de merda, que pagam as maiores taxas de juros que existem para bancos agiotas que deitam e rolam em cima dos otários, enfim, quem pode desprezar essas ¨belezinhas¨?

Orlando Tambosi disse...

Se o povo fosse tão idiota, Paulo, os petistas ainda estariam no poder. Com Dilma vomitando asneiras.

Paulo disse...

É!? Então porque mesmo com Lula e Dilma ¨fora do poder¨ eu tenho a impressão que tudo continua igual e com o terreno preparado para ¨novos¨ representantes do povo tão ruins ou pior que eles vindo aí e sendo alegremente eleitos pelos espertos tupiniquins que desde a abertura democrática já mostraram que não aprenderam a votar, claro, sempre com a desculpa que somos uma democracia jovem.