quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Triste legado do lulopetismo: desemprego recorde de 12 milhões de trabalhadores.

Eis ai mais uma prova de que Lula e Dilma enterraram o país. E o partido da desgraça ainda tem a coragem de lançar o tiranete como candidato a presidente. Vão lamber sabão:


Segundo dados da Pesquisa Nacional por amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de pessoas desocupadas nesse período, de setembro a novembro, chegou a 12,1 milhões de pessoas, o maior contingente da série histórica – um aumento de 33,1% na comparação com o mesmo período de 2015. No trimestre anterior, a taxa era de 11,8%. Nos meses de setembro, outubro e novembro do ano passado, o índice havia ficado em 9%.

O índice de desemprego divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira não foi ainda pior porque aumentou o número de pessoas fora da força de trabalho. Esse grupo representa aqueles que não estão procurando emprego e por isso saem da conta e aumentou 1,5 por cento no período entre setembro e novembro sobre o ano anterior, o que representa 967.000 trabalhadores.

A população ocupada, por sua vez, continuou diminuindo e registrou um recuo de 2,1% no trimestre até novembro sobre o ano de 2015 e está estimada em 90,2 milhões de pessoas. Isso representa uma redução de aproximadamente 1,9 milhão de pessoas ocupadas, segundo o IBGE.

A renda média do trabalhador, ainda segundo a Pnad Contínua, também caiu mais uma vez, mostrando perda de 0,5% sobre o mesmo período do ano passado, a 2.032 reais. A recessão econômica vem ajudando a inflação a perder força no país em meio ao desemprego alto, mas as perspectivas não são de recuperação sustentada em breve, com a atividade mostrando dificuldades de retomada. (Veja.com).

3 comentários:

Anônimo disse...

EU CONSIDERO UMA GRANDE HIPOCRISIA ESTES VALORES:

"O índice de desemprego divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira não foi ainda pior porque aumentou o número de pessoas fora da força de trabalho."

PORQUE NAO PUBLICAM OS DOIS VALORES, INCLUINDO O NUMERO DE PESSOAS FORA DA FORCA DE TRABALHO?

Anônimo disse...

O índice de desemprego oficial não reflete a realidade do desemprego no país. A realidade deve ser expressa considerando: a) Jovens que estão à procura do 1º emprego(faixa dos 16 aos 24 anos); b) Os que estão no seguro desemprego (não é porque estão no seguro que se deva considera-los como estando empregados); c) Os que desistiram de procurar emprego (os que não procuraram emprego nos últimos meses também não entram para as estatísticas); d) Os que estão na informalidade (fazendo bicos); e) E os que estão no bolsa família (por que recebem bolsa não significa que estejam empregados). Resumindo: o número de pessoas desempregadas no país está por volta de 25 MILHÕES. Logo, é óbvio que o governo tem que esconder a desgraça para evitar uma revolta popular. Ou seja, você é manipulado toda hora.

Índio/SP

Joe Cool disse...

Exatamente, estes números do governo e IBGE não são nada confiáveis. O IBGE não é um órgão confiável ele existe para manipular dados, esconder a realidade e ajudar a implantar a agenda governamental.