domingo, 26 de fevereiro de 2017

O Brasil à beira do abismo

Do saudoso Millôr Fernandes:

O Brasil já está à beira do abismo. Mas ainda vai ser preciso um grande esforço de todo mundo pra colocarmos ele novamente lá em cima.

Um comentário:

Vajra Prema disse...

O BRASIL NÃO TEM A MENOR CHANCE DE SAIR DO BURACO!
** EIS A TRAGÉDIA BRASILEIRA!
*NUNCA ANTES NA HISTÓRIA: Nunca o governo nos tomou tanto: se a previsão de arrecadação do governo anterior no início de 2016 era de R$ 2,9 trilhões, no atual governo é arrecadar mais de R$ 3,4 trilhões.
*NUNCA O GOVERNO EMPREGOU TANTO: 622 MIL PESSOAS
No quesito número de funcionários, o governo Michel Temer é o maior governo da história. De acordo com o Boletim Estatístico de Pessoal e Informações Organizacionais mais recente divulgado pelo Palácio do Planalto, o governo federal empregava 622.662 pessoas em 2016, um recorde histórico.
O número de funcionários do governo federal cresceu 0,5% entre 2014 e 2015 e 0,8% até 2016, para bater o recorde.
A folha de pessoal do governo Michel Temer para o ano de 2017 é de R$ 306,9 bilhões, sem contar as “vantagens eventuais”.
*Cada senador custa ao contribuinte cerca de R$ 200 mil por mês. Só a cota parlamentar no Congresso custa R$ 270 milhões por ano. O salário de cada parlamentar é de quase R$ 34 mil por mês.
*Estado gastará a bagatela de R$ 1,244 bilhão a cada um dos presos no Brasil.
*CUBA JÁ LEVOU R$ 8 BILHÕES COM O MAIS MÉDICOS!!!
*O governo federal gastou em 2016 mais de R$ 1,6 bilhão apenas com editoras e gráficas. Os serviços são variados: papéis, documentos, pastas, livros, cópias etc. Não se fala em modernização e cortes.
*E a “farra passagens" aéreas para senadores e deputados?? A “Cota para o Exercício de Atividade Parlamentar”, que indeniza qualquer despesa dos políticos, custa-nos R$ 270 milhões por ano.
*Somente as “vantagens” dos marajás do Poder Executivo federal somaram R$ 422,4 milhões no mês de dezembro.
*O Fundo Partidário, que arranca cerca de R$ 60 milhões por mês do contribuinte. PT E PMDB. São os partidos que mais recebem do fundo.
***E por aí vai... O Portal da Transparência do governo federal não tornou público um centavo sequer dos gastos de 2017. O Ministério responsável pelo site informou que “a conta não fechou” e promete atualização “em março”.
(Coluna Cláudio Humberto - Diário do Poder)