sábado, 13 de maio de 2017

Até onde vai a loucura politicamente correta

Ricardo Campelo de Magalhães, no Insurgente, sobre o mortal buchasing:


Há uma grande discriminação nas sociedades ocidentais contra os portadores de doenças. É uma discriminação e é importante resolveres-te-la. Poderíamos por exemplo tentar integrar os portadores de HIV/SIDA no nosso meio e ter relações normais com eles, pois o vírus só é transmissível por via sexual. Seríamos assim Bons Samaritanos.

Mas isso já não é hedgy o suficiente. O chique agora é ser Bug Chaser.

Sim, o objectivo é tentar fazer sexo com o maior número possível de pessoas infectadas com o vírus HIV com o objectivo de contrair a doença.

Já sabem que não estou a brincar, por isso aqui ficam alguns links onde podem ler mais sobre o tema (tudo em inglês):
Bugchasing na Wikipedia;
Resumo Knowledge Nuts;
Exposição longa da Watermark;
Artigo da AIDS ETC;
Artigo no Mirror em 2013.
“An investigation by Rolling Stone magazine in 2003 claimed a ­quarter of all new HIV transmissions in the US could be attributed to bug chasing.”
Entrevista a um Bugchaser de sucesso (que contraiu HIV) (fóruns gays).
E sim, eu sei que o fenómeno é antigo, mas só agora é que começa a haver uma comunidade significativa de praticantes, fruto de uma narrativa SJW de integração.

Para que não vos falte nada, aqui ficam exemplos da ligação deste fenómeno aos SJW:
The Sacramento Bee – Qual é o problema de infectar alguém com HIV? (original) (crítica) (Milo);
Huffington Post UK comenta troca de tweets sobre o tema.
Nota: Não confundir com bareback sex, prática em que não há intenção, logo é só desejo carnal e não há o desejo de integração implícito no bugchasing. Nem confundir com gift-giving, que neste contexto é o oposto (um HIV+ que oferece sexo desprotegido a quem quiser, publicitando o facto e usando-o como “isco”). Outros termos semelhantes.

Portanto, já sabem: Virtue signalling é algo que não conhece limites!

2 comentários:

Anônimo disse...

APENAS UMA PERGUNTA: ISSO É NORMAL?
À medida que as pessoas vão deixando de serem cristãs vão se animalizando nessa igual proporção, passam a cuidar apenas do umbigo para baixo e deixando até suas heranças para cães, gatos, animais outros de estimação etc.
Nos tempos anteriores ao cristianismo, muitos povos pagãos adoravam as forças da natureza, o deus sol, lua, estrela, bois etc, embora a deusa lua Alah esteja até hoje adorada no Islã!
Ela é recordada no alto das mesquitas pelo quarto crescente, apesar de dizerem que adoram o Senhor Deus de Israel, sendo falso, pois eles odeiam os mesmos judeus que o Senhor os ama - como pode se crer numa distorção dessa?!

Anônimo disse...

- General, Aqui no Brasil tem uma dupla que estuprou mais de 14 milhões de trabalhadores, agora desempregados. Pra ão se falar que quase faliram a Petrobrás, os Correios e outras estatais; que deixaram os empresários privados beijando a lona e tentando não encerrar as atividades; que enfraqueceram instituições; que deram (e receberam parte de volta) alguns bilhões para amigos ditadores de republiquetas... Essa é uma dupla hors concours em desfaçatez, nunca antes existida no país! O cabeça da dupla quando inquirido pelo Juiz jogou toda a culpa na falecida, a ex-esposa!

- O Mundo está assim, tchê?

- Sim, General.

- Me tira o tubo!