sábado, 20 de maio de 2017

Tempos estranhos: ex-assessor de Janot atua em escritório que negociou leniência da JBS.

A afoiteza de alguns procuradores põe em risco a própria Lava-Jato (não é o caso do grupo de Curitiba). Agem com uma autonomia assustadora, dispensando o juizado e concedendo privilégios gigantescos, em negociação que não passa por outros setores da Justiça. A imunidade concedida aos luloburgueses "ésleys" é escandalosa. Cadê os bilhões e bilhões "presenteados" aos manos pelo BNDES? Há muita coisa a ser explicada em tudo isso:


O ex-procurador da República Marcelo Miller, um dos principais braços-direitos de Rodrigo Janot no Grupo de Trabalho da Lava Jato até março deste ano, passou a atuar neste ano no escritório que negocia com a Procuradoria Geral da República os termos da leniência do grupo JBS, que fechou acordo de delação premiada na operação.

A decisão de Miller de deixar o Ministério Público Federal para migrar para a área privada, que pegou a todos no MPF de surpresa, veio a público em 6 de março, véspera da conversa entre Joesley Batista e Michel Temer, gravada pelo empresário, no Palácio do Jaburu, que deu origem à delação.

Miller passou a atuar no escritório Trench, Rossi & Watanabe Advogados, do Rio de Janeiro, contratado pela JBS para negociar a leniência, acordo na área cível complementar à delação.

O acordo de delação de Joesley e dos demais colaboradores da JBS é considerado inédito, seja pelo fato de ser a primeira vez que foi utilizado o instituto da ação controlada na Lava Jato, seja pelos termos vantajosos negociados pelos delatores — que não precisarão ficar presos, não usarão tornozeleira eletrônica, poderão continuar atuando nas empresas e teriam, inclusive, anistia nas demais investigações às quais respondem.

A leniência, inclusive os valores que serão pagos pela JBS no Brasil e no exterior, ainda está em negociação.

A íntegra do acordo, com seus termos lavrados e homologados pelo STF (Supremo Tribunal Federal) e as assinaturas, ainda não veio a público, apesar de o ministro Edson Fachin ter levantado o sigilo da delação da JBS.

Marcelo Miller era um dos mais duros procuradores do Grupo de Trabalho do Janot, um núcleo de procuadores especialistas em direito penal recrutado pelo procurador-geral em 2013 para atuar na Lava Jato. Ex-diplomata do Itamaraty e considerado um dos mais especializados membros do MPF em direito internacional e penal, Miller esteve à frente de delações como a do ex-diretor da Transpetro Sergio Machado e do ex-senador Delcidio do Amaral.

Nos dois episódios foi usado o expediente que deflagrou a delação de Joesley: gravação feita sem o conhecimento de quem estava sendo gravado. No caso Delcídio, quem gravou foi Bernardo Cerveró, o filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Sergio Machado gravou vários expoentes do PMDB e ofereceu as fitas à PGR, o mesmo que fez com que Joesley começasse a negociar a colaboração.

A Procuradoria Geral da República, procurada, afirma que Miller não participou da negociacão da delação, e que existe inclusive uma cláusula de que ele não pode atuar pelo escritório nos acordos. (Vera Magalhães, Estadão).

6 comentários:

AHT disse...

A Culpa é da Velha Dona
Autor: AHT


Esse capítulo que estamos assistindo nos causam vergonha e nojo. Mais uma vez confirmamos que a ficção imita a realidade no Brasil. É demais, já passou da conta ver novela repetindo capítulos anteriores. Somos obrigados assistir a humilhação que os dois irmãos bilionários impuseram a todos cidadãos honestos, graças a certas distraídas e involuntárias ajudazinhas de certos representantes de certas Instituições, distrações essas causadas em uma ou outra derrapada durante o percurso de seus trabalhos.

Esses dois irmãos, COMO PESSOAS FÍSICAS RECEBERAM 100% DE PERDÃO PELA DELAÇÃO E SAÍRAM NO LUCRO, MESMO APÓS COMPRAR 1.829 POLÍTICOS COM O DINHEIRO DA JBS, INCLUINDO-SE ATÉ PRESIDENTES EM MARACUTAIAS QUE ALAVANCARAM O FENOMENAL CRESCIMENTO E LUCROS DESSE GRUPO.

E pelo Acordo de Leniência do GRUPO JBS, os irmãos bilionários e frutos do SOCIALCAPETALISMO regateiam oferecendo pagar valores ínfimos se comparados com os bilhões recebidos.

Esse é o SOCIALCAPETALISMO inventado pelos "estadistas", políticos e empresários corruptos brasileiros, onde grandes "investimentos maracutaicos" são em grande parte bancados pelos cidadãos extorquidos por escorchantes impostos e taxas, enquanto os Grupos e empresários - principalmente, os corruptos, são frequentemente estimulados com isenções de impostos e anistias fiscais.

"Ah, mas..." - e alguns correm em defesa, justificando esses "INVESTIMENTOS EM PROL DO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL são, justamente, para gerar empregos, melhor Saúde e Educação!"

* E MILHÕES SÃO TRATADOS DE FORMA HUMILHANTE EM FILAS E CORREDORES DE HOSPITAIS PÚBLICOS?

* A EDUCAÇÃO FAZ DE CONTA QUE EDUCA AS CRIANÇAS E JOVENS?

* A POLÍCIA PRESSIONADA PELA SOCIEDADE PRENDE E A JUSTIÇA, MANIETADA POR LEIS PRODUZIDAS POR LEGISLADORES EXÍMIOS EM BRECHAS QUE LHES POSSAM SER ÚTEIS, SOLTA CRIMINOSOS MESMO QUE FLAGRADOS?

* A POLICIA QUANDO ALVO DOS TIROS DOS CRIMINOSOS, DÁ TIROS A ESMO E MATA INOCENTES?

Dá para acreditar que o Brasil está sendo passado a limpo, graças a alguns destacados e imparcialíssimos representantes de Instituições do Judiciário, quando cometem derrapadas permitindo que a velha Dona Impunidade Arreganhada se ofereça para bilionários, milionários e até para figurantes escrotais ameaçando abrir o bico?

Tristemente, esse é o lado noveleiro do Brasil que não para de reprisar cenas com a protagonista Dona Impunidade Arreganhada.

Quando essa novela terá um fim e jamais será reprisada?

Anônimo disse...

Colocaria a situação em outros termos:

A afoiteza de alguns procuradores põe em risco a própria PGR!!!!

Foi lá que partiu esta montanha de benesses para a dupla de irmãos Batista ficassem livres, leves e soltos.

Acho que é necessária uma investigação da investigação.


Chris/SP

Anônimo disse...

Artur Nogueira diz:.
O Brasil é para quem???
Muitos emitiram suas opiniões e visões de mundo, dissertaram teses sobre o subdesenvolvimento, patrimonialismo , corporativismo, etc. etc.
Desde Machado de Assis, Sérgio Buarque de Holanda, João Cabral Melo Neto, Celso Furtado, Antonio Paim , Fernando H Cardoso, Raymundo Faoro, Roberto Campos, etc. etc...
E ficamos na mesma.
De quem é esse país que chamamos de Brasil??? Por certo não pertence aos honestos, aos que labutam, aos que pagam seus impostos religiosamente, aos que respeitam à lei e Ordem.
Esse país é deles. Dos corruptos e incompetentes.
Esse país das negociatas, dos arranjos, do jeitinho , é o pais cujo políticos (que deveriam representar o povo), nada mais são que “ gigolôs” de uma elite que ganha a vida desonestamente, aproveitando as benesses e privilégios que lhe é dada. Isto tem nome: impunidade e imunidade. Garantidas pelos tribunais de justiça de instância superiores.
Isso aqui é uma empresa que já faliu há tempos, produz pouca coisa, serve para quase nada, mas que mantém nababascamente seus dirigentes, seus funcionários, seus apaniguados, que sabem manter o status quo, graças a uma qualidade muito valiosa, a astúcia e também graças às manobras orquestradas na calada da noite, nas brechas das leis.
Lembrando que o custo Brasil para manter o privilégio da casta que toma conta do Estado gira em torno de 5% do PIB. Empresas , autarquias estatais, mais poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Lembrando que, atualmente temos , segundo IBGE, 26,5 milhões de desempregados(algo em torno de ¼ da população economicamente ativa)
O que deveria ser um contrato social, uma coesão social, deu lugar a um estado de coisas que fingimos que ignoramos. Isso se agravou com a chegada do lulopetismo no poder.
No dia-a-dia, o discurso populista, demagógico vem tomando corações e mentes. Esse mesmo discurso demagógico, populista de nossos governantes e representantes na política expressa o mau caratismo que , aproveitando-se da atrofia mental, da apatia cívica dos brasileiros, busca sempre obter benefício próprio. Como entender isso?? Porque o povo compactua com esse mau caratismo?? Porque fazemos de conta e continuamos a fingir que isso não é com a gente, que isso não nos incomoda??

AHT disse...

Depois da crônica “A Velha Dona”, eis o “acróstico-protesto” resultante:

A DONA IMPUNIDADE ARREGANHADA
Autor: AHT

A culpa pelos maiores males do país,

Depois dos políticos e criminosos de todos
Os naipes, é dessa incorrigível velha que atua
Nos bastidores e porões da República de Pindorama:
A perniciosa Dona Impunidade Arreganhada.

Incrimina alguns apressadamente e
Mesmo que inocentes possam ser. Para outros,
Protela os inquéritos, denúncias e julgamentos.
Uma boa solução sugere aos que lhes são simpáticos:
Nada mais eficaz que uma pronta absolvição, isto é,
Inventar sólidos argumentos e, se preciso, comprar
Dezenas de falsos testemunhos,
Além da complacência elegante e discreta
Dos acusadores e julgadores, se solicitada for.
E, um detalhe: eficácia jurídica não cai do céu.

A justiça tarda mas não falha, um dito popular
Raramente confirmado para os injustiçados.
Regras dos jogos em luxuosos salões e até em porões,
Envolvendo astuciosos e incisivos animadores, além de
Grandes e convenientes mediadores, garantem para
Aqueles, embora criminosos, tenham elevado status
No Mundo e Jogos pelo Poder e Riquezas, uma
Humanização jurídica e complacência à luz de velas.
Advogados hábeis garantem a discrição,
De modo que todos sairão satisfeitos e
A inocente Opinião Pública não será acordada.

Anônimo disse...

Dia 10 de abril de 2017, prédio da PGR em Brasília-DF:

JOESLEY: – Doutor Janot, tenho aqui comigo uma gravação que fiz com o Pres. Temer, sem ele saber…
JANOT: – Posso verificar a gravação?
JOESLEY: – É para isso que estou aqui!
JANOT, após ver toda a gravação: – Sr, Joesley, isso é grave!! Esse Presidente é um bandido! O senhor correu um sério risco…
JOESLEY: O senhor viu ali, quando eu CONFESSEI PARA ELE que comprei um procurador, comprei o silêncio do Cunha e comprei uns deputados para votarem em favor da Dilma, mas Temer ouviu tudo e NÃO me deu voz de prisão!!
JANOT: – Pois é, Sr. Joesley, isso é grave! Temer PREVARICOU!! Vamos falar com Fachin!!!
FACHIN, após assistir a Gravação: - Isso é gravíssimo, Dr. Janot!!! O senhor viu? Temer PREVARICOU!!! Esse Sr. Joesley correu um tremendo risco!!! Mande ele se esconder em NYC!!! Ele merece!!!

Paolo Hemmerich disse...

- POR QUÊ JOESLEY TEVE DE ENVOLVER TEMER E AÉCIO? TUDO FEITO COM A ANUÊNCIA DA PGR?

- PARA GANHAR FORO PRIVILEGIADO E FUGIR DE MORO!!!!

- POIS SOMENTE MORO TEM CORAGEM PARA MANDAR PRENDER BANDIDOS!!!!

Paolo Hemmerich