sexta-feira, 9 de junho de 2017

Produtores norte-americanos pedem que Trump investigue a JBS

Joesley Batista, que goza dos prazeres de Nova York, entra na mira dos criadores de gado norte-americanos. Lá, ele não terá os privilégios que obteve no Brasil, graças à PGR:


A Associação de criadores de gado americana R-Calf enviou ao presidente do país, Donald Trump, um pedido de investigação contra a JBS.

No documento de 11 páginas, o presidente da associação, Bill Bullard, afirma que a JBS foi construída com base em esquemas de corrupção no Brasil. E, segundo ele, muito possivelmente fez o mesmo durante sua expansão nos Estados Unidos.

“É necessária uma investigação completa para determinar se a JBS exerceu atividades ilegais em solo americano. E também as consequências que suas possíveis ilegalidades trouxeram para o mais importante segmento da agricultura americana – a criação de gado”, diz a associação.

O grupo JBS mantém 56 unidades de produção nos Estados Unidos, país que responde por metade do seu faturamento. (Veja.com).

Um comentário:

Anônimo disse...

Janot facilitou a vida desse safado que acabou ganhando imunidade premiada. É o Brasil!