quinta-feira, 22 de junho de 2017

Retaguarda da estupidez ideológica: oposição cria frente "nacionalista" contra Temer. Traidor Requião no comando.

A ralé bolivariana do Congresso criou uma frente contra o governo Temer, comandada por Roberto Requião (PMDB), a "Maria Louca" do Paraná. Em vez de frente, merecia o nome de retaguarda do atraso:


Do mesmo PMDB do presidente Temer, o senador paranaense Roberto Requião não se constrange em assumir as bandeiras da oposição e, a partir de agora, passa até a ocupar um papel de destaque na briga contra o Planalto. Requião assumiu a presidência de uma frente parlamentar mista em defesa da soberania nacional, lançada ontem (21) a partir de uma proposta do deputado federal petista Patrus Ananias (MG). Para Requião, está ocorrendo uma “desnacionalização do País”, “com a entrega da Petrobras, da Cedae, dos aeroportos, dos satélites”.

No Senado, especialmente a partir do impeachment de Dilma Rousseff, em agosto do ano passado, Requião se aproximou da oposição, encabeçada pelo PT, e se tornou a voz mais crítica da gestão Temer dentro da bancada do PMDB. Não raramente, atua “em dobradinha” com a senadora paranaense Gleisi Hoffmann (PT) durante os discursos de plenário. Integrante do núcleo duro da oposição, a parlamentar foi eleita presidente nacional do PT no início do mês.

A frente mista comandada por Requião tem o respaldo de 219 parlamentares e estabeleceu formalmente oito eixos de atuação. Entre eles estão a defesa da exploração eficiente dos recursos naturais e a defesa do emprego e do salário. Na prática, o grupo deve funcionar como uma pedra a mais no caminho já complicado do presidente Temer. (Leia mais na Gazeta).

3 comentários:

Anônimo disse...

Artur Nogueira diz:
Estão a rifar o que restou dessa esquerdalha imunda. Estão se digladiando entre si. Asqueroso.
Perderam a vergonha de vez.
Agora vão pro tudo ou nada.
Essa corja esquerdista (ou o que sobrou dela) perdeu (mais uma vez) o bonde da história, mas continua acreditando na causa($$$) e achando que o inferno são os outros.
Nisso eles são eficientes. Apontam o dedo, delatam, difamam , antes que outros façam o mesmo com eles.
São cínicos, ultrajantes, hipócritas.
Neste cenário, na falta de verdadeira liderança, surgem essas "figuras carimbadas" da política nacional, posando de salvadores da pátria.
Tudo isso fede, dá nojo. Mas é a massa falida dessa espelunca chamada Brasil.

Anônimo disse...

Os comunistas, predadores do erario público e mestres em todos os tipos de delinquencias, senão uma mafia sob forma de partido político, além de se odiarem entre facções, têm as mesmas condições de levar um país para frente como o PCC, CV, FDN, FARC, uns Maduro e Fidel Castro da vida!
Varrer para o lixo da historia todos os comunistas em 2018!

Anônimo disse...

Há tempos que leio sobre intenções separatistas dos estados do Sul como se fossem superiores ao resto do Brasil, mas analisemos os políticos que elegem para governo de estado ou senado, por exemplo: Tarso Genro, Olivio Dutra, Alceu Colares no RS; Gleisi Hoffmann e Roberto Requiao , senadores pelo Paraná ...
Ora Sulistas, façam um grande favor ao resto do País e votem melhor daqui para frente e aí, até poderão se considerar melhores... seus eleitos não diferem dos eleitos pelos nordestinos e fluminenses/cariocas que pelas péssimas escolhas não conseguem vencer o atraso, a derrocada financeira e a corrupção nesses estados e que se refletem no resto do Brasil, infelizmente ...
E agora, esse senador ridículo do Paraná comandando um movimento para desestabilizar e piorar ainda mais o nosso pobre País ...
O que os brasileiros precisam é de estabilidade política para recuperação da economia em primeiro lugar e também precisamos de: LULA NA CADEIA e STF que não rasgue a Constituição para proteger BANDIDOS !!!