quarta-feira, 7 de junho de 2017

Temer: em má companhia.

Comentário de José Nêumanne, sobre a péssima companhia que o rodeia - e que ele não dá conta de se desvencilhar:


O que conspira contra Temer é a impossibilidade aparente que ele tem de se livrar da má companhyia de um grupo que o cercou nos governo e meio de Dilma e agora no seu curto mandato exercido há um ano. Os nove ministros encalacrados na Lava Jato e os habituês do terceiro andar do Planalto, onde fica seu gabinete, são apenas os dados visíveis do jogo. Ainda há muito a ocorrer para desgastá-lo. E quero crer que o presidente não se livra da patota porque não pode. Algo de muito grave os liga numa aliança indissolúvel que o impede de enxergar a verdade bíblica do diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és. Sendo uma mesóclise, a sentença deveria ser facilmente digerível por ele. Se não é é porque certamente um poder mais alto se alevanta contra. Foi o caso de Romero Jucá antes. Como também de Geddel Vieira Lima, José Yunes e Rodrigo da Mala Loures.

Nenhum comentário: