terça-feira, 11 de julho de 2017

Gleisi ainda vai chefiar rebeliões no presídio feminino

Depois de debochar do Judiciário, a senadora Gleisi Narizinho Hoffmann tenta agora desmoralizar o Poder Judiciário, envergonhando os cidadãos brasileiros. Post de Augusto Nunes:


Em 26 de junho, numa nota assinada pela presidente (ela prefere ‘presidenta’) do partido que virou organização criminosa, Gleisi Hoffmann avisou que o PT resolvera proibir Sérgio Moro de condenar Lula pelas patifarias embutidas no caso do triplex do Guarujá. Alheia aos incontáveis pecados do vigarista que institucionalizou a corrupção impune ─ e com isso tornou inevitável a reprovação com louvor no Dia do Juízo Final ─, Gleisi exigiu a absolvição sumária do cinco vezes réu da Lava Jato. O comandante do maior esquema corrupto de todos os tempos é inocente apesar da montanha de provas em contrário.

Nesta terça-feira, a senadora paranaense que debochou do Poder Judiciário tentou desmoralizar o Legislativo ─ e assumiu a liderança do bando de desordeiras que expropriou a mesa do Senado para interromper a sessão em que seria votada a reforma trabalhista. Coisas de um Brasil devastado pela Era da Canalhice, berra o prontuário da companheira conhecida pelos codinomes Amante e Coxa no Departamento de Propinas da Odebrecht. Num país menos primitivo, Gleisi já estaria em campanha para eleger-se chefe de ala de presídio ─ ou, a julgar pelo que fez hoje à tarde, articulando mais uma rebelião na cadeia.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eita muié bestinha, embora os comunistas, os saqueadores, onde entram só pensam e agem montando confusão e terrorismo!
Alias: "Somos a favor do terrorismo organizado e isso deve ser admitido francamente" - Stálin.
Para uns canalhas desse naipe que são os comunistas, apoiadores do fumo pesado, que só têm titica na cabeça, até que um procedimento desse está de bom tamanho - doidões demais!

Anônimo disse...

Acróstico inspirado por uma amante dessa laia:
grotesca
leviana
estúpida
imbecil
salafrária
idiota.