sexta-feira, 28 de julho de 2017

Não tem depósito na Suiça, Lula? Quá-quá, dinheiro no colchão?

O tiranete não se emenda. Afundado em fatos e provas, continua tergiversando sobre suas falcatruas. Ele se considera honesto porque, segundo diz, não tem dinheiro na Suíça. É de gargalhar:


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) negou na manhã desta sexta-feira, 28, que tenha que dar explicações sobre os R$ 9 milhões de uma conta no BrasilPrev, do Banco do Brasil, montante bloqueado por Moro. "Eu não tenho que explicar nada", disse. "Tenho 76 palestras feitas no exterior. O dinheiro entrou pelo Banco Central, está depositado no Banco do Brasil. Não tem conta na Suíça, a certeza da minha honestidade é que eu não depositei na Suíça", disse à rádio Som Maior, de Criciúma, Santa Catarina. O ex-presidente afirmou, ainda, que o juiz é quem "tem que explicar porque bloqueou um dinheiro que está na previdência privada".

O petista voltou a dizer que a sentença não é baseada nos autos do processo e que a decisão do magistrado foi baseada na "pressão da imprensa". Lula sugeriu, novamente, que a condenação teria a intenção de tirá-lo do pleito em 2018.

"Se eles querem tentar evitar que eu seja candidato em 2018, essa não é a melhor forma. A melhor forma é tentar encontrar um candidato bom de outros partidos para não deixar eu ganhar as eleições". O ex-presidente também citou as pesquisas de intenção de voto, que indicam seu nome à frente de outros potenciais candidatos.

Caravana. Lula afirmou que vai começar uma caravana, em três semanas, pelo Nordeste do País. Segundo o petista, a viagem começará no dia 17 de agosto pela Bahia e levará 21 dias até chegar ao Maranhão. 

"Nós vamos fazer campanha, sendo candidato ou não. Nós vamos andar pelo Brasil", disse Lula. "Eu vou começar uma viagem pela Bahia e terminar no Maranhão. Serão visitados 10 estados (do Nordeste), depois eu quero fazer no Sul e no Sudeste, quero fazer no Centro-Oeste, no Norte do País", disse o ex-presidente. 

Ainda segundo Lula, que disse que a viagem seria para ver "como eles estão estragando o País", o roteiro não inclui trajetos de avião. "Quero viajar de ônibus, de carro, de trem, de barco, que a gente possa ter mais acesso ao povo", disse. 

O petista jogou para seu partido a responsabilidade de se candidatar a 2018. "O PT tem que querer que eu seja candidato, devem ter outras pessoas querendo ser candidatos, afinal de conta o PT tem cinco governadores de estado, vários senadores, vários deputados", disse, sem citar outro possível presidenciável em seu nome. (Estadão).

2 comentários:

Anônimo disse...

A alma mais honesta do Brasil devia explicar por que no seu governo o BB de " Bandine" garfou 7 bilhões e meio do Fundo de previdência que pertence aos funcionários ( PREVI) e não ao BB. Explica malandro honesto. Anomalia brasileira.

Anônimo disse...

Vamos supor que enquanto a mídia continuar dando atenção para o besteirol de Lula ele não sai do foco das atenções. Qual a melhor forma de tirar o foco desse sujeito rasteiro e FDP?

Índio/SP