quarta-feira, 26 de julho de 2017

Quando até a indignação é corrompida

Liderado pelo vovô Caetano Veloso, um grupo de atores e artistas - quase todos ligados à Globo - criou um blog para exigir a aprovação do processo contra Michel Temer. Tais celebridades jamais abriram a boca para condenar os crimes de Lula, Dilma et caterva, como bem lembra Percival Puggina. Que vão lamber sabão, oportunistas: 


Um grupo de atores e artistas liderado por Caetano Veloso criou o blog "342 Agora" e produziu um vídeo convocando a sociedade para mobilizar congressistas a aprovarem o processo contra Michel Temer. Com estudada indignação, proclamam frases como:
• Ele merece ser julgado pelos crimes que cometeu;
•Qualquer cidadão que está sob suspeita tem que ser investigado, por que teria que ser diferente com o presidente da República?
• Eu posso ser investigada, você pode ser investigado, ele tem que ser investigado;
•Um presidente ser acusado de corrupção passiva, formação de quadrilha e obstrução da justiça, não dá!
•Agora é deixar de lado nossas diferenças e se juntar por uma causa que é importante: o Brasil.
•O futuro do Brasil depende de você.
Tudo muito certo, mas não recordo de ter ouvido qualquer desses senhores e senhoras expressando indignação com os bilhões de reais desviados para contas privadas, para operadores partidários, para dirigentes de estatais com rateios previstos entre partidos, sempre cabendo ao PT a maior quota-parte. Não ouvi um murmúrio sequer que pudesse ser entendido como decepção com o Bolsa Magnatas distribuída a figuras como Eike Batista e os irmãos Wesley e Joesley, com as contas-correntes nas grandes empreiteiras, com o conteúdo das delações que nominam pessoalmente dirigentes do PT, do PMDB, do PP (todos com 13 anos de serviços prestados ao governo petista). Nem um pio deram quando a Petrobras, tendo Dilma Rousseff como presidente do Conselho Deliberativo, fez a negociata de Pasadena, ou quando o BNDES jogou bilhões de reais nossos no poço sem fundo dos comunistas cubanos e venezuelanos, e de ditadores companheiros mundo afora. Uma cortina de silêncio parece encobrir de seus ouvidos o que as delações berram quase todo dia.

Muito oportunista, portanto, essa empolgação moral. Sobreviveram sem qualquer incômodo através de uma década inteira de falcatruas, de inusitadas fortunas que luziam ante os olhos mais distraídos, de famílias inteiras, como a Da Silva, que saíram do subemprego para o mundo dos grandes negócios. Agora, que a acusação recai sobre o odiado Michel Temer - o primeiro a sentar na cadeira que tinham como sua para sempre - retomam o discurso golpista que grita "Fora!" a qualquer um que apóie o traseiro onde querem sentar.

Quando o Congresso Nacional, em constitucional e prévio juízo político assim decidir, responda Temer por todos os crimes que tenha cometido. Celebrarei o evento! Mas não venham os irados do blog "342 Agora" com essa indignação de meia boca, hipócrita, corrompida, cuja exclusiva finalidade é atender suposta conveniência de quem comandou o maior esquema de corrupção política da história nacional.

6 comentários:

Anônimo disse...

A operação Lava Jato é a maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro que o Brasil já teve e, por certo, uma das maiores do mundo, se não for a maior. Basta dar uma olhada nos seus números para entender a razão pela qual se formou contra ela um extenso arco de aliança – a “Mela Jato” -, envolvendo governo, políticos, partidos políticos, empresariado, membros dos tribunais superiores, juristas, jornalistas, analistas políticos, rola-bostas de todos os matizes e extrações, e tutti quanti, todos alegando que defendem o estado de direito contra supostas arbitrariedades da operação e, naturalmente, que só querem o bem dela. O que defendem, na verdade, de caso pensado ou não, são os seus denunciados de estimação e os obscuros interesses políticos-partidários e esquemas criminosos que foram feridos desde que as delações passaram a envolver outros políticos e partidos além dos petistas.

Dentre os mais ferrenhos antilavajatistas, cabe destacar a atuação nefasta do jornalista Reinaldo Azevedo, que vem movendo uma campanha sistemática, implacável e sórdida contra essa extraordinária operação anticorrupção, visando, ao que se pode supor, desacreditá-la junto à população e gerar subsídios que possam dar respaldo às medidas que vêm sendo tomadas, nas três esferas do poder, com o objetivo de pôr termo às investigações. Nesse contexto, não há um dia em que esse sujeito não poste alguma acusação contra procuradores e juízes, contra o MP e a Lava Jato, não lhe importando se atinge os agentes da lei, seus familiares ou as instituições que eles representam.

Bem, isso não seria, por si só, razão para espanto por parte de quem quer que tenha acompanhado a carreira de Reinaldo Azevedo e visto a truculência com que ele trata aqueles a quem pretende atingir ou que simplesmente discordam das suas ideias. O que causa espécie é verificar o silêncio obsequioso - raiando pela cumplicidade - da classe jornalística e da blogosfera em geral que, com raríssimas exceções (Reaçonaria, Joice Hasselman, Rodrigo Constantino, Villa...), calam-se, por corporativismo, covardia ou interesses diversos, diante das trampolinagens desse jornalista que parece cumprir, junto ao governo Temer e o PSDB, um papel muito semelhante ao que era cumprido pelo jornalista Paulo Henrique Amorim junto ao governo Lula/Dilma e o PT.

Se perguntar não ofende, quem vai ter coragem de pôr o guizo no pescoço dessa oncinha pintada?

Anônimo disse...

"Sô" Queitano, o sr recorda que só os carniceiros Stálin, Lênin Pol Pot e Mao e mais alguns comunistas trucidaram mais de 150 000 000 de pessoas só no século XX e OUTROS ASSECLAS DELES CONTINUAM?
PORQUE NUNCA SÃO MENCIONADOS, ASSIM COMO OS BANDIDOS DO PT, DA MAIOR ROUBALHEIRA DO BRASIL e mais perseguidores seletivos de inimigos!
V também é daqueles que tem seu bandido preferido, esquerdinha caviar!

Anônimo disse...

Eu colocaria empulhação moral, pois os signatários da patuscada são mamadores do dinheiro público. Fora catrefada (caetano e atores da globosta).

Anônimo disse...

Mais uma patuscada dos arteiros da Globo. É muita coisa pra minha cabeça óóóóó....

Índio/SP

Alexandre Sampaio disse...

O grande erro dos militares durante os vinte anos em que administraram o país, foi não ter se livrado dessa corja de comunistas que hoje aporrinham nosso saco. Mandaram para vala somente os terroristas rurais, deixando o beautiful people intacto.

Anônimo disse...

Todos sabem que esses artistas que defendem o bando do PT e atacam o Temer - mal menor, veio da quadrilha e fez o Brasil parar de piorar - são uns oportunistinhas, contratados a peso de ouro para enganarem o povo!
Nenhum desses mora em bairros distantes, toma onibus, coisa de pobres, menos ainda em favelas onde apenas passam de aviao, portanto, são propagandistas de estelionatarios!