quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Temer derrota oposição na Câmara

Agora a esquerda vai ter que se adaptar à Constituição: eleições, só em 2018. A tentativa de desbancar Temer deu em nada. Perderam o PSOL, o PT e outros partidecos, além de deputados representantes de policiais e da família Bolsonaro, Eduardo filho e Jair pai, que jamais terão meu voto: 


Após uma intensa ofensiva nos últimos dias junto aos deputados, o presidente Michel Temer (PMDB) conseguiu que a Câmara dos Deputados negasse autorização para que fosse encaminhada ao Supremo Tribunal Federal a denúncia contra ele por corrupção passiva, feita pela Procuradoria-Geral da República. Com a rejeição, o peemedebista só poderá ser processado por essa acusação agora quando não estiver mais no cargo, a partir de janeiro de 2019.

Em uma sessão que começou às 9h e se arrastou durante todo o dia por causa de uma guerrilha travada pela oposição, que tentava impedir a votação ou ao menos adiá-la para o início da noite – quando os governistas teriam de se expor em horário nobre na TV- , o prosseguimento da tramitação da denúncia foi rejeitado no início da noite. O número mínimo de votos para a denúncia ser rejeitada foi alcançado logo depois das 20h.

O principal argumento usados por aqueles que votaram a favor do relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomendou o arquivamento da denúncia, era garantir a recuperação econômica, inclusive dando andamento às reformas propostas por Temer – além da trabalhista, já aprovada, o governo deve enviar as da Previdência e tributária. Outros argumentos foram a necessidade de dar estabilidade política ao país e a suposta fragilidade da acusação apresentada pela PGR.

O governo jogou pesado durante os últimos dias para garantir o mínimo de votos necessários para barrar a denúncia. A principal arma foi a liberação desenfreada de emendas para atender interesses paroquiais de deputados. Entre junho, quando a acusação da PGR chegou à Câmara, e julho, R$ 4,1 bilhões saíram dos cofres do governo federal para os parlamentares – no restante do ano, a liberação tinha sido de apenas R$ 102,5 milhões. O uso de emendas para conquistar deputados prosseguiu inclusive durante a sessão, com o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, negociando pessoalmente, dentro do plenário, o atendimento às demandas dos parlamentares.

Temer também exonerou dez ministros que são deputados federais para que eles reassumissem os seus mandatos para votar contra o prosseguimento da denúncia – três do PMDB (Max Beltrão, Leonardo Picciani e Osmar Terra), dois do PSDB (Bruno Araújo e Imbassahy), um do DEM (José Mendonça Filho), um do PSB (Fernando Bezerra), um do PV (José Sarney Filho), um do PTB (Ronaldo Nogueira) e um do PR (Maurício Quintella). (Veja.com).

6 comentários:

Anônimo disse...

Simplesmente, se entrasse algum desses malucos das esquerdas no lugar de Temer é no mínimo apoiar o Maduro com recursos, armas etc., e promover o caos aqui que eles não deram conta de instalar quando no poder e para anarquizarem uma nação, os comunistas são mestres geniais, inigualaveis, sem concorrentes mesmo!
Nem que seja por motivos torpes - o PT queria engolir o PMDB - Temer, com toda ruindade, é 1000 vezes melhor que os comunistas pois tem dado um novo alento geral ao Brasil, mesmo tendo ele recebido um Brasil DEVASTADO, EM RUÍNAS!

Anônimo disse...

Faço minhas as palavras do reacionária:
" presidente Dilma Rousseff (PT) sofreu impeachment por comandar um governo corrupto que maquiou contas para se reeleger, deu prosseguimento aos roubos e aumentou a dívida do governo após ser reeleita. Michel Temer (PMDB) deveria ser afastado da presidência por ter recebido na residência oficial um bandido amigo que garantia dinheiro para si e seus aliados, sendo um deles inclusive flagrado recebendo uma mala de dinheiro em nome do presidente.

Qualquer pessoa que negar uma parte das afirmações acima estará defendendo corruptos."
Quem defende um corrupto notório em nome de um pragmatismo cínico não tem moral para criticar a esquerda. Está agindo com o mesmo relativismo de quem tanto crítica.

Rosa disse...

Ao anônimo acima, gostaria de saber quem o sr colocaria no lugar do Temer, outro petista ou outro corrupto?

Anônimo disse...

Ao anônimo nervosinho das 7,25,00 AM - defensor do PT - tenho de lhe dizer que entre 2 males se escolhe o menor!
Imagine se os abutres do PT ou das mafias esquerdistas voltassem ao poder, que não fariam?
Vá arrancar minhocas no asfalto com picareta de borracha, cara!

Anônimo disse...

Nossa que agrecividade. Pelo jeito realmente agem como a esquerda. Quando não tem argumentos, atacam a pessoa. Desculpe-me, não defendo corruptos, sejam eles do PT ou do PMDB.

Anônimo disse...

Agressividade*