segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

A política do ressentimento


Não há registro histórico de regime autoritário ou totalitário que não tenha subjugado a Justiça e a imprensa. Eis a permanente ameaça do tiranete Lula, assim destacado por editorial do Estadão: "Lula atenta contra a ordem democrática e isso, venha de onde vier – até de um mentiroso fanfarrão como ele –, é um perigo":


Não há registro histórico de um regime autoritário que não tenha subjugado ao menos uma de duas instituições basilares da democracia: Justiça e imprensa independentes. Pois o sr. Luiz Inácio Lula da Silva põe ambas sob suspeição no Brasil. É um perigoso sinal emitido por alguém que, a despeito dos gravíssimos crimes pelos quais responde judicialmente – já tendo sobre si uma condenação, em primeira instância, a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro –, quer voltar à Presidência da República.

Na quinta-feira passada, o ex-presidente concedeu uma entrevista coletiva à imprensa estrangeira. Lula da Silva falou com a arrogância de quem já tira as medidas para um novo terno de posse, e não como um condenado que se vê diante da possibilidade crescente de ir para a cadeia.

Sua fala reflete um delírio megalomaníaco e leva a imaginar como seria um novo governo lulopetista pautado por uma política embebida em ressentimento que, a julgar pelo que Lula vem dizendo, nortearia suas ações do primeiro ao último dia de mandato.

Antes de tudo, Lula da Silva acredita ser vítima de uma implacável perseguição engendrada por um conluio de agentes, alguns indeterminados, como o “mercado”, a “elite”, a “mídia”, os “coxinhas”, em suma, “eles”; e outros com nome e sobrenome, como o juiz Sérgio Moro e os três desembargadores da 8.ª Turma do TRF-4, Leandro Paulsen, João Pedro Gebran Neto e Victor Laus, que na próxima quarta-feira irão julgar um recurso interposto por sua defesa que, a depender do resultado, pode torná-lo inelegível pela Lei da Ficha Limpa.

“Eu acho que essas pessoas que estão lidando com o meu processo não me conhecem direito. Se me conhecessem, não teriam a coragem e a desfaçatez de dizer que eu sou ladrão. Como eu tenho orgulho de tudo o que eu fiz, eu quero que um dia eles peçam desculpas para mim”, disse Lula da Silva aos jornalistas, deixando claro que a única Justiça legítima é aquela que o absolve. Afinal, é ele o juiz de si mesmo, o senhor das moralidades e das virtudes cívicas. Não tem de dar satisfações a ninguém, pois é superior a todos.

A concepção de um sistema de Justiça ao qual todos devem se submeter em prol da harmonia social é uma das mais brilhantes criações do gênio humano, pois eliminou a barbárie do justiçamento e nos trouxe um elevado estágio civilizatório. O que Lula da Silva faz não deve ser confundido com o legítimo direito de questionar uma decisão judicial. A afronta está na escolha que faz dos tipos de “justiça”: aquela a que admite se submeter, sendo ele próprio o juiz e o formulador único de seu código de justiça; e a “outra”, ilegítima por natureza, pois não saiu de sua cabeça. Lula contesta agora a legitimidade do TRF-4 porque sabe que seu caso, do ponto de vista legal, não lhe permite esperanças de absolvição.

Perguntado pelo jornalista do El País se não precisaria fazer uma “autocrítica”, se tinha algum “arrependimento”, Lula da Silva disse que sim: não ter implementado a censura que ele, ardilosamente, chama de “regulação da mídia”. Em um recente evento com artistas no Rio de Janeiro, destacou o tema que lhe é tão caro ao pedir à imprensa que trabalhasse para ele não voltar, “porque se eu voltar vai haver uma regulação dos meios de comunicação”.

É compreensível que Lula da Silva se sinta mesmo um perseguido. Para alguém que deixou a Presidência com índice de aprovação acima de 80% deve ser difícil compreender as agruras por que passa agora. Só mesmo causas externas para infortúnios tão grandes, deve pensar. O que mais explicaria? Certamente, não os seus próprios erros.

Os brasileiros que não fazem parte do grupo que apoia o ex-presidente incondicionalmente devem refletir sobre o ânimo de Lula da Silva em relação ao futuro. Seria um exercício de vingança contra injustiças imaginárias que desgraçaria a Nação além do suportável.

É claro que nem tudo o que Lula diz pode ou deve ser levado a sério. Mas também não se pode ignorar que ele vem fazendo, com inusitada desenvoltura, uma campanha de descrédito das instituições republicanas. Lula atenta contra a ordem democrática e isso, venha de onde vier – até de um mentiroso fanfarrão como ele –, é um perigo.

9 comentários:

Sempre Mais do MESMO disse...

.
Eu prefiro a JUSTIÇA PELAS PRÓPRIAS MÃOS do que a INJUSTIÇA pelas MÃOS SUJAS do ESTADO.

na verdade o Esrtadoatribui-se não só o MONOPÓLIO do CRIME como também o MONOPÓLIO da JUSTIÇA.

Aliás a justiSSa estatal é SUBJETIVA, pois o que é "justo" não se atém a NENHUMA FILOSOFIA, MAS UNICAMENTE à VONTADE dos OCUPANTES do PODER.

As leis não são necessáriamente justas. Tal como o que é LEGAL NÃO É NECESSARIAMENTE LEGITIMO.

Na Venezuela atual a justiSSa estatal não é a mesma de antes e nem a de muitos outros países.

É UM ERRO ASQUEROSO fomentar a idéia de que o JUDICIÁRIO seja a JUSTIÇA.

Em Cuba a justiSSa estatal difere da JustiSSa dos EUA, por exemplo. Pois o que é ILEGAL em Cuba é LEGAL em muitos países e vice-verrsa.

Há ultrapassada discussão sobre O QUE É JUSTIÇA parece ter se solucionado com a subliminar proposta de Rousseau ao contestar a idéia de que a justiça seria a vontade do mais forte. Na verdade, como Nietzsche anotou sobre a pratica, o que chamam "justiça" sempre foi, é e será a vontade do mais forte. Soó que Rousseau deu a dica sobre não ser o maquiavélico "principe" um indivíduo, mas uma organização ou instituição.

"O FORTE NÃO SERÁ SEMPRE O MAIS FORTE SE NÃO FIZER DE SUA FORÇA UM DIREITO E DA OBEDIÊNCIA UM DEVER" ...É direito do Estado ter o MONOPÓLIO da FORÇA e é DEVER dos pagadores de impostos OBEDECER as DELIBERAÇÕES ARBITRÁRIAS do Estado.

Rousseau matou a charada.

Anônimo disse...

Quem se lembra do bordão de "Perdidos no espaço"? "Não tema, com Smith não há problema". Esse bundão pode admirar ditadores como el coma andante e ganhar presentes de tiranos como khadafi, mas não tem cojones para cocomunizar "eçepaiz".

1º, não deve disputar, pois estará inelegível e de preferência trancafiado; 2º, se por desgraça disputar não ganha, pois o povo acordou e não quer saber de ladrões; 3º, se o pior acontecer e "forças ocultas" elegerem o escroto, elle não teria força política (e nem saúde, coitados dos rins delle) para implantar a agenda dos zedesceus, stalinédiles, freibettos e outros retardados.

Anônimo disse...

AMBOS DE DAREM AZIA EM ANTI ÁCIDO!
Só de ver o focinho desses porcos, descarados causam nojo, 2 tipos asquerosos, perversores do povo e escorias da humanidade, fazendo de suas vidas um tormento a mais para milhões, ainda querendo por meio de fraudes e mentiras se passarem por justos, COMO SE FOSSEM AMIGOS DOS POBRES, DEFENSORES DELES DE CAPITALISTAS E BURGUESES!

César de Castro Silva disse...

Esse sujeito precisa urgentemente ser internado em um manicômio judiciário e interditado para todos os atos da vida civil.O cara não tem um pingo de juízo, a cana comeu os neurônios do gajo há muito tempo e ele ainda não percebeu o que ocorre em sua volta. Vive no mundo da lua, com seus delírios megalomaníacos. E o que mais nos entristece: tem gente que se esclarecida que defende um cara desses.

Anônimo disse...

DEMOCRACIA 3 x DEMONIOCRACIA 0!
Esse é o placard esperado, aguardando que os juízes do TR 4 não cedam à pressão verborrágica dos chantagistas que são os cocô-munistas, um bando de canalhas, cafagestes abrigados numa mafia, embora travestida de ParTido político, o maldito ParTido das Trevas-PT, mas que são um bando de quadrilheiros da pior especie!
Os comunistas padres infiltrados na Igreja católica, caso dos da esquerdista TL e direção da CNBB, assim como as grandes seitas protestantes muitas das medias e pequenas têm as digitais por trás desses fatos tão lamentaveis que ocorrem no Brasil, comunizando o país e subvertendo as mentes para o diabolismo que o comunismo ateu!
Assim, temos também a "evangélica" IURD-PRB(do vice J Alencar), cujos apoiadores comiam da lavagem dos porcos e era apoiadora oficial dos comunistas no tempo dos larápios no PT no poder!

Anônimo disse...

Neste pais de "faz de conta", alguem entende o que está por trás deste
projeto que a Globo está iniciando,
Que Brasil você quer para o futuro?
https://globoplay.globo.com/v/6422734/

Anônimo disse...

Por mais que tente, que raciocine como chegamos a essa situação de um criminoso canalha ainda não ter sido preso mesmo depois de incitar violência e até "pedir" por um cadáver para chocar o país, não consigo entender!

Pobre Brasil, refém de um ser maligno como esse, um câncer político que a mídia corrompida por ele até hoje alimenta esperançosa de usufruir dos milhões da propina livre, leve e solta que corria nos tempos dele na presidência da república, instituição achincalhada pelo P.T., uma organização criminosa e de alta periculosidade.

Anônimo disse...

A corriola pestista que está em Porto Alegre sabe que foi lá num desespero total para tentar defender seu bandido preferido, pois sua ausencia está lhes causando $erio$ tran$torno$, desde sua saída e muito, por terem escasseado ou acabado as mamata$, quando os abutres do PT estavam no poder.
Mas não contam com a vitoria e sabem que provas não faltam para condenarem o vilão dos vilões Lula, o mega golpista e estelionatario, mas não custa tentar, inclusive com ameças - quem sabe daria certo tentar assustar?
Kd os incendiarios que poriam fogo no Brasil se a raposa Dilma fosse despejada Planalto abaixo?
A direita do Brasil saiu da toca, doravante está enfrentando os pestistas com firmeza, mais desespero deles das redes sociais mostrarem seus intestinos podres e cabeças cheias de esterco marxista, daí espumarem de odio como epilépticos!

Anônimo disse...

UM POUCO DE SARCASMO:
Brasil é um pais católico.
Como tal, acredita na infalibilidade do papa.
Lembremos a carta que ele escreveu por conta da morte de Fidel Castro:
https://jornalistaslivres.org/2016/11/papa-francisco-sobre-fidel-castro/
Nela vemos que é empregada a palavra "EXCELENTÍSIMO SEÑOR"!!!!
Ou seja, eu morando num "pais católico", num "continente católico", já não me surprende nada.
Então senhores, preparemo-nos para o pior.
*
"Como eu tenho orgulho de tudo o que eu fiz, eu quero que um dia eles peçam desculpas para mim"
PEÇAM DESCULPAS PRA MIM!!
Lembrei instantáneamente neste fabuloso filme argentino Relatos selvagens,
a parte do engenheiro.
Desfrutem:
https://vimeo.com/140884931
No minuto 5:43, kkkkkkkkk....