terça-feira, 26 de junho de 2018

Mais uma do "garantismo" lulista: Dirceu livre outra vez.

A decisão é da famigerada Segunda Turma do STF, a "garantista" (repito: garantismo é invenção ideológica da esquerda marxista italiana nos anos 80, algo parecido com o "direito achado na rua", vulgarizado por aqui):


A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu conceder um habeas corpus pedido pelo ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu (PT). Com os votos dos ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli, já há maioria para aceitar o pedido. Apenas o relator, Edson Fachin, foi contrário ao pedido. (Veja.com).

P.S.: Li o pai da coisa, o jurista Luigi Ferrajoli, já nos anos 80.

3 comentários:

Anônimo disse...

Artur Nogueira diz:
…...”A imoralidade, a corrupção e o descaramento é estilo de vida de grande parcela de falsos políticos, alimentados, reforce-se, pelo Povo brasileiro que, na ação, omissão, ignorância ou cegueira, permite e autoriza (mediante o voto) a continuidade delitiva. ...” (prof. Modesto Carvalhosa)

Ao libertar JD, cerébro da organização criminosa que assaltou os cofres públicos , a suprema Corte “os guardiões da constituinte” , -o STF , acaba dando respaldo à impunidade, a imoralidade que permeia nosso laço político-social , com intuíto de atingir e destruir a legalidade e legitimidade da operação Lava Jato. Sempre soubemos a quem serviam e de que lado estavam. Nenhuma surpresa. Apenas indignação. Neste jogo de faz-de-conta, resta saber o quanto mais de indignação suportará o lado não alinhado com os desmandos perpetrados pelos políticos e legitimados pelos juristas da suprema Corte.

Anônimo disse...

NOJENTOS ESTES PALHACOS VESTIDOS DE PRETO!!

m.americo disse...

Não há qualquer supresa diante da liberdade concedida pelo STF ao José Dirceu. Já sabíamos de antemão que o papel da 2a. turma é exatamente esse: libertar petistas condenados por corrupção. Agora é a vez de Lula deixar a cadeia. Gleise Hoffmann já deu uma banana aos brasileiros que se ocupam em acompanhar a paupérrima vida política brasileira.
Será que ainda há pessoas que se surpreendem com esses acontecimentos?