sexta-feira, 27 de julho de 2018

Alckmin poderá se beneficiar de voto útil antecipado

Coluna de Merval Pereira ("Mudanças em risco"), publicada no jornal O Globo, chama a atenção para um ponto importante: "o tucano Alckmin poderá se beneficiar do chamado voto útil antecipado, recuperando os votos que foram para Bolsonaro, especialmente no campo, e para Álvaro Dias nas regiões sul e sudeste". Não dá pra desprezar a maquinaria do establishment: 


A formalização do apoio dos partidos do Centrão à candidatura do tucano Geraldo Alckmin deu uma clareada na disputa presidencial, sem entrar no mérito se esse fato é bom ou mau para o futuro do país. Não se trata aqui de analisar conceitualmente essa união, que para muitos é um abraço de afogados. Outros acham que a candidatura tucana ganha substância e passa a ser competitiva.

O fato é que a adesão do Centrão (ou será adesão ao Centrão?) passará agora pelo crivo dos eleitores, e as pesquisas eleitorais mostrarão mais adiante as conseqüências dessa decisão.

Muitos eleitores tucanos rejeitarão esse conchavo partidário com legendas que abrigam investigados e indiciados na Lava Jato, dando destaque ao inquérito a que o próprio Alckmin está submetido. Se bem que os tucanos há muito tempo lidam com as incongruências do partido, que se recusou a punir o ex-candidato à presidência Aécio Neves, o que contaminou todo o resto.

Dependendo da intensidade dessa rejeição, quem pode se beneficiar é a candidata da Rede Marina Silva, que, no entanto, mais uma vez dá a sensação de não controlar seu próprio partido.

Delegar às direções regionais a decisão sobre acordos eleitorais, e ser surpreendida, como foi no Rio, com a aliança com o partido de Romário, que a própria Marina rejeitou, repete o voto do representante da Rede no impeachment de Dilma.

A Rede, depois de uma infindável discussão, resolveu apoiar a destituição da então presidente, mas seu representante na comissão votou contra.

Se, no entanto, a máquina eleitoral dos partidos que formam o centrão superar as eventuais rejeições do eleitorado, que pode reagir com pragmatismo diante da possibilidade de vitória de Bolsonaro ou do candidato da esquerda, o tucano Alckmin poderá se beneficiar do chamado voto útil antecipado, recuperando os votos que foram para Bolsonaro, especialmente no campo, e para Álvaro Dias nas regiões sul e sudeste.

A incógnita é a candidatura do PT que, de tanto ser retardada pelo projeto pessoal de Lula, não se sabe se será exitosa, pois os candidatos apresentados até agora não mobilizam o eleitorado.

Parece mais fácil aumentar o índice de votos nulos e em branco, além da abstenção, do que a transferência maciça de votos. Para que seu candidato chegue ao segundo turno será preciso que Lula transfira a ele pelo menos metade de sua votação potencial, que está em torno de 30% nas pesquisas confiáveis.

Colocar um poste com cerca de 15% no segundo turno parece tarefa difícil de concretizar, por mais carismático que seja o ex-presidente. O problema do PT é que os possíveis substitutos nada têm de carismáticos, e a lembrança do desastroso governo Dilma, poste que se recusou a deixar o poder para abrir caminho para a tentativa de volta de Lula em 2014, deve ter marcado não apenas o eleitorado, mas o próprio ex-presidente. Talvez por isso relute tanto a indicar um substituto.

5 comentários:

Anônimo disse...

Um que seria torcedor do CENTRÃO-ESQUERDÃO-COMUNISTÃO!
EIS ABAIXO UM FATOR DE INIBIÇÃO DE TOF-TOF-TÓFFOLI QUERER LIBERAR LULA E CRIAR AINDA MAIS RANÇO NO POVO!
*"A fortuna de Dias Toffoli
A Crusoé mostra qual é o papel da imprensa.
A reportagem de capa revela a mesada de 100 mil reais que o futuro presidente do STF, Dias Toffoli, recebe de sua mulher, dona de um escritório de advocacia com causas milionárias no STJ e no TSE.
No total, Dias Toffoli ganhou mais de 4,5 milhões de reais, mas os pagamentos nunca foram sinalizados ao COAF".
* oantagonista
Pensando bem, de quem é advogado, não é, senão defendendo o sindicato de ladrões PCC-CV-PT?

Anônimo disse...

Eu não suporto a grande imprensa chamar aquele saco de estrume do Lula de carismático. O "fenômeno" Lula se dá pelo baixo nível do eleitorado e da política em geral e por ele ser o Alckmin da época o candidato da camarilha que manda no país.

Anônimo disse...

dilmanta barrou lullalau... É a mesma diferença entre a b*sta e a m*rda.

Gira Mundo disse...

CENTRAL BALCÕES DE NEGOCIATAS <<< CARACTERIZADO PELA TROCA DE FAVORES .A VOLTA VERGONHOSAVERGONHOSO DO NEPOTISMO <<< CLIENTELISMO E FISIOLOGISMO INSEPARÁVEIS .GERALDOALCKMIN OBSESSÃO PELO PODER NÃO IMPORTA OS MEIOS...TAMBÉM NÃO É DE ASSUSTAR <<< O PSDB NÃO PODE MAIS BATER NO PEITO E FALAR DE QUESTÕES ÉTICAS E MORAIS .GRANDE LÍDERES DO PSDB ESTÃO ENVOLVIDOS EM CRIMES DE CORRUPÇÕES : JOSÉ SERRA O PRÓPRIO GERALDO ALCKMIN , AÉCIO NEVES E TANTOS ....."A CONSCIÊNCIA MORAL INDICA QUE NADA MUDOU. APESAR DA OPERAÇÃO LAVA JATO -- TUDO COMO DANTES NO QUARTEL DE ABRANTES <<< DEPLORÁVEL - INDECENTE .A MAIORIA DO CENTRÃO COMETERAM CRIMES DE CORRUPÇÃO PASSIVA OU ATIVA ,LAVAGEM DE DINHEIRO E ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA. TODOS QUADRILHÃOS UNIDOS .E A SUPREMA CORTE DA NAÇÃO SILÊNCIO SEPULCRAL.

Gira Mundo disse...

BALCÕES DE NEGOCIATAS : CONJUNTO DE VANTAGENS ,PREMIAÇÕES DE CARGOS DE MINISTÉRIOS E DIREITORIAS DE ESTATAIS -- A VOLTA DO NEPOTISMO VERGONHOSO - CLIENTELISMO E FISIOLOGISMO INSEPARÁVEIS.GERALDO ALCKMIN TUDO PELO PODER.DEPLORÁVEL