domingo, 28 de dezembro de 2008

Alerta! Milicos apetralhados!

Fedor de golpismo lulista

Roberto Romano, professor de ética e filosofia política na Unicamp, faz hoje um "alerta máximo" em seu blog a propósito da baixa hierarquia militar, disposta a bancar qualquer candidatura do lulo-petismo. A coisa fede a golpismo. Aqui vai um trecho:

PEÇO AOS LEITORES PRUDENTES QUE LEIAM O TRECHO ABAIXO, SOBRE O GOLPE DE ESTADO DE 1964 E O PROBLEMA DA HIERARQUIA MILITAR. NAQUELES IDOS, GRUPOS DE SARGENTOS E DEMAIS PATENTES MENORES, IMAGINANDO OBTER O APOIO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA, OU DE FATO SOB TAL APOIO, DESAFIARAM A HIERARQUIA MILITAR DE MODO PROVOCATIVO, TENDO EM VISTA ABALAR OS FRÁGEIS FUNDAMENTOS DO REGIME DEMOCRÁTICO INSTITUIDO EM 1946. HOJE, CONFORME A ENTREVISTA QUE RETOMO ABAIXO, DE UM CAPITÃO DO EXÉRCITO, FICAMOS SABENDO QUE EXISTE UM MOVIMENTO SIMILAR AO DE 1964, COM EXPLÍCITO INTENTO DE APOIAR O PRESIDENTE LULA. SE TAL PROCESSO NÃO FOR GOLPISMO, NÃO SEI O QUE SIGNIFICA A PALAVRA (E A COISA) QUE DESIGNA O GOLPE. SE ELES FOSSEM DE FATO DEMOCRÁTICOS, SUAS PALAVRAS DE ORDEM SEGUIRIAM RUMOS DIVERSOS, DO QUE O APOIO AO "BENEFACTOR"DE PLANTÃO, OU "NOSSO GUIA". COM A CRISE ECONÔMICA, PARECE QUE O PETISMO GOLPISTA NÃO CONSEGUIRÁ EMPLACAR DILMA ROUSSEF (O PRESIDENTE JÁ SE AFASTA DO APOIO EXPLÍCITO, PRATICADO MESES ATRÁS, À CHEFE DA CASA CIVIL).OS OFICIAIS DIZEM QUE IRÃO APOIAR O CANDIDATO DO PRESIDENTE LULA. COMO TAL CANDIDATO SERÁ INVIÁVEL, E COMO TODOS SABEM QUE O CANDIDATO PERENE DO PRESIDENTE LULA É O PRESIDENTE LULA, E COMO A ALTERNÂNCIA NO PODER É A HIPÓTESE MAIS TEMIDA PELOS SEGUIDORES DE LULA, RESTA O TERCEITO MANDATO. SE ESTE ÚLTIMO NÃO FOR ASSUMIDO PELO CONGRESSO, RESTA O APOIO DA BAIXA OFICIALIDADE, QUE AGORA SE ORGANIZA EM NOVO NINHO DE SERPENTE. IMPORTA SEGUIR COM MUITA ATENÇÃO OS PASSOS DO MOVIMENTO, PARA QUE A CIDADANIA DEMOCRÁTICA NÃO SEJA TOMADA DE SURPRESA. (
Continua).

Aqui em Santa Catarina, o deputado "Sargento" Soares afrontou a legalidade incentivando - em plena temporada de verão - uma greve da polícia e dos bombeiros (encerrada ontem, felizmente). O sujeito ostenta foto do tirano Hugo Chávez em seu gabinete e, em sua posse na assembléia, homenageou o restolho comunista e os lambe-botas do chavismo (a página do deputado-sargento foi suprimida, mas ainda pode ser encontrada no Google: dêem uma espiada
aqui).

16 comentários:

Stefano di Pastena disse...

O pior, quem diria!, ainda está por vir.

Maria do Espírito Santo disse...

Quer dizer, então, que um golpe de Estado é um "milagre" em estágio laico?
Deus "age" por meio de golpes (milagres)?
Parece que não é somente o Gil que mistura Miami com Copacabana e chicletes com banana...
Depois do platônico mundo das Idéias Perfeitas, veio o mundo das Idéias Claras e Distintas e agora, mais uma vez, lá vem o Mundo das Idéias-Cafofo.
E o que seriam Idéias-Cafofo?
São idéias-refugo, idéias prontas para serem distribuídas pelos camelôs das idéias políticas chinfrins, rastaqüeras, vendidas às dúzias para quem acha que a massa cinzenta tem uma cor muito feia, neutrox e que não combina com nenhum ambiente.
Se há mercado para as Idéias-Cafofo?
Ora, se há!
Lula lá?! Forever there! Ser, estar, permanecer star, continuar a "brilhar" graças aos escalões opacos que se deslumbraram com a idéia-purpurina de que "Agora é a nossa vez".
A vez dos ignorantes, a vez dos ignóbeis, a vez dos inoperantes, a vez dos preguiçosos, a vez dos incultos.
Encastelaram-se num poderzinho mequetrefe e têm muito mais prazer com a idéia de frustrar aqueles que são mais engenhosos e aptos para a vida democrática do que com a sensação de todo ridícula de que eles mandam em alguma coisa.
Fomentar greves, gerar instabilidade entre os cidadãos para depois virem com a velha conversa mole de que "só Lula salva".
Lula, Jesus Cristo ou quelque chose.
O inferno são os outros, Sartre? O inferno são os petralhas, vermelhos como o fogo do inferno, estúpidos como a besta do apocalipse.
Este país é um convite à depressão profunda para todos os que têm um pingo de inteligência e sensibilidade.

Anônimo disse...

..."Este país é um convite à depressão profunda para todos os que têm um pingo de inteligência e sensibilidade"
by Maria do Espírito Santo.

Parabéns!

Deprê Profunda.

Anônimo disse...

Qual o espanto por um capitão dar uma entrevista daquelas?

Essas tensões, expostas na entrevista, sempre estiveram latentes na sociedade brasileira, carente de líderes, de pessoas bem preparadas.

Só faltou um ingrediente para as tensões crescerem e a sociedade seguir outros caminhos: fermento!

E o fermento sempre foi crise economica: ano que vem tem uma.

Anônimo disse...

Não dá para não concordar com o Cfe!
Felizmente 2009 trará um tsunami que ira tragar os arautos do "socialismo do século XXI"
Passarei por dificuldades? Sim, mas nada, nada é mais valioso do que ver a petralhada no brejo, literalmente, uma vez que o chefe-mor do partidão é o sapo barbudo cujo habitat é lá!
Espero, sinceramente, que os vassalos miseráveis dependentes de bolsas esmolas "sifu" (sic) pois, só assim, teremos alguma reação a favor da verdade e não da impostura!
A ver!

Maria do Espírito Santo disse...

A ver ou a, mais uma vez, mais uma eterna vez, cegar.
Imediatistas de todo o mundo, uni-vos, pois nada tendes a perder senão os seus presentes e os seus futuros de tabela.
Não estou "espantada" por um capitão dar uma entrevista "daquelas" não, CFE.
Espantada é coisa muito diferente de indignada.
Estou por aqui com idiotice! Idiotice que vem, não necessariamente apenas por meio de capitães, comandantes, tios, brothers, camaradas, chefias e amigões...
Desce mais uma rodada?
"Tem um lugar diferente, lá depois da saideira/Tem homem que vira macaco e mulher que vira freira"?
Tem também presidente que vira deus com o apoio de zilhões de débeis mentais.
Nivelar por baixo: eis o lamentável resultado do único regime que presta, ou seja, esta merda de democracia.
É isso ou o totalitarismo.
Estamos bem servidos, portanto.
Merda ou bosta?
"O amor é mais do que o nome: é o número do telefone."

Maria do Espírito Santo disse...

Mandei, via gmail, algo sobre o tema, Tambosi.
Por favor, confira.

Orlando Tambosi disse...

Conferido, Maria, já respondi.

Orlando Tambosi disse...

CFE,
o espanto não está na entrevista. Leia atentamente o post do Romano. Incentiva-se a quebra da hierarquia militar.
O Romano não entra em teoria conspiratória.
E basta saber que a cúpula militar é contra esses movimentos. Com inteira razão.

Anônimo disse...

Maria,

Ok, que seja indignação. Mas o espanto precedeu, não foi?

Tambosi,

Desconheço as idéias do Prof. Roberto Romano, vejo vários comentários sobre suas idéias neste blog e na revista Veja, mas não lia seus textos porque o tipo de letra usada (que conferi ontem que mudou) em seu blog dificultava muito a leitura.

Eu não disse, nem sugeri que entrasse em teorias conspiratórias.

No seu post,quando diz "NÃO, CAROS SENHORES DAS CERTEZAS ETERNAS", no meu entender, sugere que a democracia não é algo com que possamos contar como certa: o que concordo perfeitamente.

Tambem concordo que o descontentamento de poderosas instituições possa contribuir para a desestabilização dum regime, embora discorde do tom empregue em seu texto já que os militares e a Igreja formaram o pelotão de frente em 1964 por serem organizados. Havendo um vácuo no poder, ele é ocupado por quem melhores condições possui. Jango não articulou-se e conviveu com amadores: o resultado não poderia diferir.

Mas não nos esqueçamos que já depois do fim do regime militar Collor caiu por contrariar interesses, tanto que na sequência procurou-se contruir a aliança PFL-PSDB já antes da eleições para servir de sustentação política. Os quadros do anterior regime amainaram-se com seus opositores menos radicais para evitar retrocessos.

Não vejo disposição na atual leva de políticos para seguir em frente com empenhamento na democracia efetivo e não só festivo. É um tal de deixa-pra-lá-pra-não-se-irritar...

Já quando a 1ª dama resolveu mandar plantar uma estrela do partido no jardim do Planalto será que não teve ninguem lá dentro para dizer que não poderia fazer uma coisa dessas? Ou teve e deixaram de propósito para ver que tipo de reação haveria?

Foi nessa altura que eu me espantei e fiquei indignado.

Acho que a coisa só vai não terminar mal por incompetência dos pelegos e não por competência dos liberais, democratas, conservadores ou lá quem seja.

Anônimo disse...

Se a cúpula militar é contra esses movimentos porque não expulsam os capitães, tenentes que fazem essas declarações?

No Chile não expulsaram o neto do Pinochet?

Deve ser porque lá era declarações contra a esquerda e no Brasil a favor.

Anônimo disse...

Repulsivo mesmo é esse piquete que as mulheres de policiais militares (e os próprios) fizeram na frente dos quartéis, impedindo o trânsito de quem queria trabalhar. E olha que a choradeira é por um salário que atualmente não faz feio frente a maioria dos Estados, sendo maior do que o dos PMs gaúchos, Estado mais rico que SC.
Sempre a mesma técnica, de colocar a sociedade como refém, desafiando até mesmo as ordens judiciais.

Maria do Espírito Santo disse...

É dificílimo estabelecer as sutis diferenças (e posteriores nomenclaturas) entre os sentimentos, CFE.
Indignoespanto ou Espantagnação?
Prefiro a primeira opção: não estagnei-me no espanto não.
O Pântano do Espanto não leva ninguém a lugar nenhum!
Quanto a espacializar-se na indignação pode ser que nos conduza ao reduto da "reta razão".
Reta razão? Depois de muitas cerevizias não sei se sei andar nesta linha não...
A gente não tem idéia de quanto as férias são boas enquanto as estamos desfrutando...
Só depois, em meio à ralação cotidiana, nos lembramos com muitas saudades daqueles dias felizes, cheios de prazeres...
Eu adoraria vir, na próxima encarnação, trilhardária, sabia, CFE?
Para viver uma vida de férias perenes, que é o que todos os humanos (não os cerezumanos, viu, Lets?)mereceriam, merecem e merecerão!
Se todos os humanos tivessem a vida boa que eu tenho...
(Faz propaganda, faz, sua anta!!! Continue assim e atraia 50 mil olhos bem gordos em sua direção...)

Fabio Marton disse...

Só quero saber uma coisa: onde assino meu exílio. Ah, sim, e meu um milhão de dólares quando voltar.

Anônimo disse...

"O Pântano do Espanto não leva ninguém a lugar nenhum!"

Gostei.

Anônimo disse...

Milicos apetralhados, não são milicos, são "pessoas" infiltradas a serviço de alguém. Em geral são incompetentes, aderem a estas ideologias patólogicas, para realizarem o seu lado sombra e ganhar uma boquinha no poder. São os párias da sociedade.