quinta-feira, 11 de outubro de 2018

No ranking mundial de universidades, a melhor brasileira não fica nem em 250º lugar.

Oxford, a melhor.
Entre as 1.258 universidades citadas pela Times Higher Education, há apenas 36 brasileiras - mesmo assim, na rabeira. O lulopetismo, sou testemunha, muito contribuiu para essa lamentável situação:


A revista inglesa Times Higher Education lançou este mês o ranking das 1.258 melhores universidades do mundo para 2019.

Como nas edições anteriores, há poucas surpresas em relação aos países mais representados — Estados Unidos e Reino Unido reúnem as 10 melhores instituições do mundo. No entanto, para o ano que vem foram adicionados importantes países à lista, como Iraque, Tanzânia e Cazaquistão.

A Universidade de Tsinghua, em Pequim, na China, subiu oito lugares e chegou à 22ª posição — foi a maior evolução dentro do top 30. Tsinghua é agora a universidade asiática mais bem colocada no ranking, à frente da Universidade de Pequim. 

A Universidade de Bagdá, no Iraque, aparece na lista pela primeira vez, embora na faixa de classificação de 801-1.000. 

O Brasil tem 36 universidades na lista. A melhor delas é a USP (Universidade de São Paulo), tão distante do topo que aparece numa classificação genérica, "entre a 251ª e a 300ª posição".

Segunda melhor brasileira, a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) aparece entre a 401ª e a 500ª posição. As universidades federais de Minas Gerais (UFMG), Rio de Janeiro (UFRJ), Rio Grande do Sul (UFRGS) e de São Paulo (Unifesp), além da PUC-Rio, aparecem entre a 601ª e a 800ª posição. (Leia, abaixo, a lista completa das instituições brasileiras classificadas no ranking). 

As 10 melhores universidades do mundo:

1- Universidade de Oxford - Reino Unido

2- Universidade de Cambridge - Reino Unido

3- Univesidade Stanford - EUA

4- Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) - EUA

5- Instituto de Tecnologia da Califórnia - EUA

6- Universidade Harvard - EUA

7- Univesidade de Princeton - EUA

8- Universidade Yale - EUA

9- Imperial College London - Reino Unido

10- Universidade de Chicago - EUA

As 36 universidades brasileiras classificadas no ranking

Entre a 251ª e a 300ª posição - USP

Entre a 401ª e a 500ª posição - Unicamp

Entre a 601ª e a 800ª posição - UFMG, UFRJ, UFRGS, Unifesp, PUC-Rio

Entre a 801ª e a 1000ª posição - UnB, UFABC, UFBA, UFPel, UFSC, USP São Carlos, PUC-RS, Unesp

Acima da 1001ª posição - UECE, UFC, UFG, Unifei, UFLA, UFPA, UFPR, UFPE, UFRN, UFSM, UTFPR, UFU, UFV, UFF, UEL, PUC-PR, Uerj, Unisinos, UEM, UEPG e Unioeste

Fonte: Época Negócios

4 comentários:

Cesar de Castro Silva disse...

Oxente, e Lula não trombeteia ter sido o único presidente dessepaiz que revolucionou a Educação Superior???

Anônimo disse...

interessante que todas as melhores estão nos países capitalistas inmundos, onde os empresarios ficam com a plusvalia, onde não existe populismo, onde existe o livre comercio, onde existe respeito pela pessoa, onde.....

Anônimo disse...

Sabemos que mesmo a nata da nata também flerta com as babaquices politicamente corretas da esquerda. Um exemplo disso, entre tantos, é que José Serra já deu aulas em Stanford.

Unknown disse...

E esqueceram do ITA -INSTITUTO TECNOLÓGICO DA AERONÁUTICA ?